Ibovespa fecha em alta, mesmo com efeito Petrobras (PETR4)

Vale (VALE3) e frigoríficos ajudaram a sustentar o índice, enquanto Petrobras caia mais de 2%.

Author
Publicado em 16/05/2024 às 17:52h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 16/05/2024 às 17:52h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
Ibovespa é o principal índice da B3 (Shutterstock)
Ibovespa é o principal índice da B3 (Shutterstock)

O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira (16), mesmo com o mercado ainda avaliando a troca de comando da Petrobras (PETR4).

ūüďą O principal √≠ndice da B3 subiu 0,20%, aos 128.283 pontos. J√° o d√≥lar teve uma leva queda de 0,06% e terminou o dia negociado a R$ 5,13.

Na falta de indicadores econ√īmicos, o cen√°rio corporativo moveu os neg√≥cios. E a a√ß√£o mais negociada do dia foi, de novo, da Petrobras.

‚õĹ As a√ß√Ķes da Petrobras ca√≠ram mais de 2%, pois os analistas veem risco de maior interfer√™ncia pol√≠tica e de maior aperto na distribui√ß√£o de dividendos da companhia. As preferenciais recuaram 2,81% e as ordin√°rias ca√≠ram 2,17%.

O Ibovespa só não fechou no vermelho por causa do bom desempenho alcançado por empresas como Vale (VALE3) e os frigoríficos.

EUA

Já nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em queda, na ausência de dados que possam clarear o futuro dos juros americanos. Veja o fechamento:

  • Dow Jones: -0,10%;
  • S&P 500: -0,21%;
  • Nasdaq: -0,26%.

Altas

Com a Petrobras em queda livre, a Vale (VALE3) ajudou a sustentar o Ibovespa nesta quinta-feira (16). As a√ß√Ķes da mineradora subiram 0,73% com a alta do min√©rio de ferro.

Os frigoríficos subiram em bloco e também ajudaram o índice. A Minerva (BEEF3), por exemplo, saltou 9,38%; a JBS (JBS3) ganhou 4,63%; a Marfrig (MRFG3) subiu 4,44% e puxou a BRF (BRFS3), que fechou com alta de 3,29%.

Destaque tamb√©m para a AES Brasil (AESB3), que disparou 13,80% depois de anunciar uma fus√£o com a Auren (AURE3). O neg√≥cio vai criar a terceira maior geradora de energia do pa√≠s, mas n√£o impulsionou as a√ß√Ķes da Auren da B3. O papel recuou 1,66%.

Veja outras altas do dia:

Leia também: Auren (AURE3) e AES Brasil (AESB3): Quem mais ganha com a fusão?

Baixas

Além da Petrobras, AgroGalaxy (AGXY3) e CVC (CVCB3) se destacaram entre as perdas do dia.

A AgroGalaxy derreteu 16,77% depois de apresentar um prejuízo maior no primeiro trimestre. Foi a maior queda do dia.

Já a CVC desabou 7,44% diante da notícia de que o presidente e dois membros do Conselho de Administração renunciaram aos cargos, além do Coordenador do Comitê Estatutário de Auditoria, Riscos e Finanças.

Veja outras baixas do dia: