CDI

A taxa DI Hoje é de 11,68%. Isso significa que o CDI Hoje é de 11,68%.

Qual o valor do CDI hoje?

O valor do CDI hoje é de 11,68% ao ano. Já o CDI acumulado no ano de 2024 é de 5,84% e o acumulado em 2023 foi de 13,04%.


Taxa CDI 2024

Consulte abaixo o histórico do CDI mensal e anual em (%).

ARRASTE O QUADRO PARA VER MAIS DADOS

O que é CDI?

Vamos começar explicando o que é o CDI, sigla para “Certificado de Depósito Interbancário”. Trata-se de um título de curtíssimo prazo emitido por bancos.


A melhor forma de entender o CDI é comparando-o com o CDB, pois ambos são usados por instituições com o objetivo expresso de captar recursos financeiros.


Entretanto, diferente do CDB, o CDI não é um investimento aberto para as pessoas em geral. Apenas os bancos, como o seu nome sugere, podem comercializá-lo.


Sendo um título de prazo curtíssimo, como já mencionado, sua validade é de apenas um dia. E apesar de não poder ser comercializado pelas pessoas, ele afeta o dia a dia.


Para que serve o CDI?

De forma resumida, o CDI tem a função de permitir que os bancos emprestem e tomem dinheiro entre si de um dia para o outro, permitindo que sempre tenham fluxo de caixa.


Naturalmente, isso faz com que os bancos estejam conectados entre si, sendo também uma ferramenta importante para a regulação do sistema financeiro. E há dois motivos:


  1. O Banco Central determina que todos os bancos precisam encerrar o dia com um saldo positivo no seu caixa, por questões de segurança;
  2. Nem sempre, no entanto, o número de depósito é maior do que o de saques, o que significa que os bancos podem terminar o dia com saldo negativo.

Para solucionar esse problema é que o CDI foi inventado, pois ele funciona como um dispositivo que permite ao banco pegar dinheiro emprestado de um dia para o outro.


Qual valor do CDI hoje e o CDI acumulado?

O valor do CDI hoje é de 11,68% ao ano. Já o CDI acumulado no ano de 2024 foi de 5,84% e o acumulado em 2023 foi de 13,04%.


Pode ser interessante procurar investimentos que renda no mínimo 100% do CDI, para que o investidor não perca dinheiro com a inflação do país.


No entanto, é importante lembrar que isso não significa que todos os investimentos atrelados ao CDI vão render exatamente isso ao longo do ano, pois a taxa pode mudar.


O efeito do CDI nos investimentos

Quando falamos em investimentos, é muito comum que as pessoas falem a respeito da taxa do CDI. De fato, ela é a principal referência de rentabilidade para a renda fixa.


No caso, o que acontece é que muitos investimentos são atrelados a esse indicador, sendo que vários outros usam ele como um benchmark (meta de desempenho).


Inclusive, até mesmo dentro do espectro da renda variável, é possível identificar a influência da taxa do CDI, como por exemplo nos fundos multimercados.


Mas então, qual é a sua influência direta nos investimentos? Simples. Se a taxa do CDI cai, os investimentos baseados nela vão passar a render menos, de acordo com a queda.


O inverso também acontece, quando a taxa do CDI sobe. Considere ainda que mesmo investimentos não atrelados ao CDI podem sofrer algum efeito indireto.


Pegue as ações, por exemplo. Se a taxa do CDI sobe muito, muitos investidores vão preferir investir na renda fixa, deixando a renda variável de lado. Nesse momento a renda variável fica mais barata.


CDI, Taxa Selic e Taxa DI: O que elas têm em comum?

Começando a pela Selic, que é a sigla de “Sistema Especial de Liquidação e de Custódia”, estamos falando da taxa básica de juros da economia brasileira.


Muitas vezes ela também é usada em operações financeiras realizadas entre os bancos, porém, fazendo uso de títulos públicos como uma garantia para as transações.


Essa taxa pode mudar a cada 45 dias, que é quando o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, se reúne para definir uma meta para a Selic.


Contudo, vale ressaltar que a taxa efetiva que costuma ser praticada no dia a dia das pessoas tende a ser menor que a Taxa Selic.


Leve em conta que, como a meta da Selic é definida para ser um ponto de equilíbrio da economia, é bastante comum que essa taxa caminhe junto com a Taxa DI.


Ainda mais porque os próprios bancos, quando emprestam dinheiro entre si, consideram a taxa Selic como um ponto de referência para os seus empréstimos.


Vale ressaltar que a Taxa DI é na realidade a mesma coisa que o CDI.


Quais investimentos são atrelados ao CDI?

Vamos ver agora alguns dos principais investimentos que são atrelados à taxa CDI.


CDBs

O CDB é a sigla para “Certificado de Depósito Bancário”, e tratam-se de títulos emitidos por bancos para levantar recursos para suas operações de crédito e outros serviços.


São um dos investimentos mais populares, oferecidos por quase todas as instituições financeiras de crédito. Geralmente é preciso em torno de 1 mil reais para investir.


LCI e LCA

LCI e LCA são as “Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio”, e são bastante parecidas com os CDBs, pois também são emitidas por bancos.


A diferença é que esses investimentos são lastreados em atividades de crédito relacionadas ao setor imobiliário e do agronegócio, sendo geralmente os menos rentáveis da renda fixa.


Debêntures

Debêntures, assim como CDBs, LCIs e LCAs também são títulos de crédito, no entanto, o seu lastro está relacionado com as dívidas de empresas privadas de diversos segmentos.


No caso, as empresas emitem esses títulos de dívida para financiar os seus projetos, o que explica o motivo de seus vencimentos serem mais longos que outros produtos da renda fixa.


Perguntas frequentes a respeito do CDI

Veja agora algumas das perguntas mais frequentes feitas em relação à taxa do CDI.


Quanto o CDI rende ao mês?

A taxa do CDI é definida de acordo com as transações bancárias, que por sua vez, também levam em conta a taxa Selic, mantendo-se próxima a está em um panorama geral.


Isso significa que a rentabilidade do CDI ao mês pode variar bastante. Em 2022, por exemplo, a sua média foi de 1%. Mas já houve momentos em que ela foi menor e maior.


O que significa render 100% do CDI?

Uma dúvida muito comum entre os investidores é a respeito daqueles investimentos que prometem rendimento de “100% do CDI”. Mas o que exatamente isso significa?


De forma bem resumida, quando um determinado investimento promete um rendimento de 100% do CDI, isso significa que o seu rendimento será equivalente à taxa do CDI.


No entanto, existem outros tipos de investimento que prometem rendimentos menores ou maiores, como 80% do CDI, 120% do CDI, 70% do CDI e até mesmo 200% do CDI.


Na prática, se a taxa subir ou descer ao longo do período do investimento, a rentabilidade será afetada de acordo. Esses investimentos são chamados de “pós-fixados”.



Cotação

COMPARAÇÃO DE CDI COM OUTROS INDICES

Se você tivesse investido R$ 1.000,00 (alterar)5 anos, hoje você teria:

*O valor considera o reinvestimento dos dividendos.