Mesmo que a independência e liberdade financeira sejam termos utilizados como sinônimos, a maioria das pessoas não entende exatamente a diferença entre os dois. Além disso, é algo idealizado como impossível de se alcançar ou de quem possui patrimônio herdado.

Entretanto, a independência e liberdade financeira podem se tornar objetivos totalmente alcançáveis para quem pretende ter autonomia sobre sua vida financeira.

Por isso, vamos desmistificar esses conceitos, e principalmente, destacar as diferenças entre independência e liberdade financeira. Confira a seguir:

O que é independência e liberdade financeira?

Ao contrário do que se imagina, independência e liberdade financeira não são a mesma coisa, pois possuem diferenças de objetivos.

A liberdade financeira é a liberdade conquistada na área financeira. Ao alcançar a liberdade financeira, a pessoa pode ter menos preocupações com a diminuição do dinheiro. Por isso, esse é um ótimo momento para focar na construção de um patrimônio.

É importante saber que uma pessoa pode sim atingir a liberdade financeira antes de alcançar a independência financeira e, em muitos casos, é a escolha de muitos que buscam estabilidade financeira.

A independência financeira decorre de um patrimônio acumulado durante um período da vida. Esse valor pode fornecer uma renda mensal capaz de arcar com todas as despesas da pessoa.

Uma pessoa que possui independência não depende de nenhum outro ganho, como um trabalho com salário fixo. Assim, é possível escolher quando, como ou onde trabalhar, pois, o seu patrimônio já lhe garante tranquilidade para a vida toda.

Basicamente, as diferenças entre a Independência e liberdade financeira estão no fato que uma garante tranquilidade nas decisões financeiras e a outra garante um subsídio capaz de suprir as necessidades cotidianas.

Os estágios da independência financeira

Os estágios da independência financeira
Os estágios da independência financeira. Foto por Freepik

Se você está em busca de sua independência financeira, saiba ser preciso conhecer os estágios deste processo para alcançar seu objetivo. A seguir, confira os 4 estágios para conquistar a independência financeira:

Independência e liberdade financeira: 1. Liberdade a curto prazo

O primeiro estágio da independência financeira é possuir uma economia, como uma reserva para emergências. Essa economia deve ser suficiente para viver entre dois meses a um ano sem um salário fixo, cobrindo todos os gastos mensais.

Independência e liberdade financeira: 2. Eliminar as dívidas

Um dos piores inimigos da independência financeira são as dívidas, isso é um fato. Até junho de 2020, cerca de 4,6 milhões de brasileiros deviam mais do que podiam pagar, de acordo com uma pesquisa da Agência Brasil.

Independência e liberdade financeira: 3. Liberdade de emprego

Esse é o avanço do primeiro estágio. Nesta fase, o indivíduo já possui rendimentos capazes de manter seu padrão de vida por mais tempo. Portanto, essa liberdade permite que, diante de um imprevisto, a pessoa não seja impactada e possa continuar seus projetos.

Independência e liberdade financeira: 4. Independência total

No último estágio, a pessoa já consegue viver apenas com rendimentos de suas aplicações. Os retornos são seguros e garantem o padrão de vida e a realização de todos os projetos pessoais. 

Como calcular sua independência financeira

Um dos temas mais discutidos na independência financeira é o cálculo da quantia que se deve poupar para atingir esse objetivo. Além disso, quanto os investimentos precisam render e quanto investir para alcançar esse objetivo mais rápido.

Antes de iniciar esses cálculos de fato, é preciso fazer um esquema com todos os gastos mensais.

Em seguida, faça a diferenciação de gastos anuais, lembrando que os gastos podem ser fixos ou variáveis.

Se você deseja viver apenas com rendimentos em aplicações financeiras, utilize essa fórmula em seus cálculos:

Patrimônio necessário = gasto anual ÷ (juros reais / 100)

Nesse caso, os juros reais representam o retorno das aplicações após descontar a inflação IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Para calcular esse valor, utilize esse cálculo:

Juros reais (%) = taxa de rentabilidade do ativo (%) – IPCA acumulado no período (%)

Através desses cálculos, você terá o valor que deve acumular em patrimônio para conquistar sua independência financeira. Escolha bem os investimentos de sua carteira para chegar aonde quer mais rápido.

Independência e liberdade financeira é aposentadoria?

Diferença entre aposentadoria, liberdade e independência financeira
Não confunda independência financeira com aposentadoria. Foto por Freepik.

É inegável que a independência e liberdade financeira, de certo modo, sejam semelhantes à aposentadoria, ou seja, com dinheiro, sem preocupações e sem trabalho. 

Mesmo que esses termos soem semelhantes, independência e liberdade financeira não são sinônimos de aposentadoria.

Para entender o porquê não significam a mesma coisa, vamos entender o que é de fato a aposentadoria.

No Brasil, a aposentadoria é obtida através de duas situações: pelo tempo de trabalho pago ao INSS e por invalidez.

A aposentadoria oferecerá mensalmente uma quantia relacionada ao valor dos proventos de seu salário enquanto ainda possuía um emprego fixo. Somente com esse conceito já dá para começar a entender por que os termos não podem ser confundidos.

A aposentadoria pode proporcionar estabilidade, mas dificilmente atenderá um plano de metas maiores, além de ser um benefício que geralmente só é conquistado após os 60 anos. A Independência e liberdade financeira proporcionam uma estabilidade ainda maior e com menos tempo.

Para quem busca liberdade ou independência financeira, é interessante pensar no pagamento do INSS como uma forma de obter uma renda fixa segura no futuro, além de seus investimentos.

5 dicas para conquistar sua independência financeira

1. Definir metas e objetivos

As metas são extremamente importantes para qualquer área da vida, uma vez que elas motivam uma pessoa a continuar progredindo. É claro que com a independência financeira não seria diferente, afinal, saber onde se quer chegar é muito importante para atingir nossos objetivos.

Comece sua meta especificando seus objetivos, por exemplo, comprar uma casa ou um carro.

Em seguida, determine prioridades, ou seja, o que é mais importante para o seu progresso. Uma ótima estratégia é definir as metas em uma linha do tempo, sendo realista e paciente com o momento atual.

2. Organizar contas e despesas

Alcançar a independência financeira sem organização é um trabalho quase que impossível. Portanto, possuir controle sobre todas as suas finanças é essencial para todo o processo.

Crie um material que contenha todos os seus ganhos e despesas, um panorama com entradas e saídas. Esteja ciente que a organização de despesas deve continuar durante todo o percurso, não é apenas no início.

Esse material pode ser desenvolvido com o auxílio de uma planilha do Excel. Para quem busca alternativas mais completas, existem algumas plataformas como a Organizze, Meu Dinheiro e Mobills, que oferecem serviços de controle financeiro pessoal online.

3. Avaliar gastos

Como dito anteriormente, as dívidas são inimigas da independência financeira, já que é muito mais difícil guardar dinheiro para investir quando se possui a preocupação constante em pagar contas.

Em muitos casos, a maior parte dos gastos pessoais são para pagar contas. Muitas vezes, de itens que nem são tão necessários.

Avalie seu controle financeiro e entenda quais são seus principais gastos. Com isso, você terá mais dinheiro sobrando ao final do mês para investir.

4. Fazer um planejamento

Apesar de as metas serem necessárias no seu processo de independência e liberdade financeira, elas são apenas elementos abstratos, ou seja, sem grandes detalhes. O planejamento organiza essas ideias e demonstra qual caminho é necessário para alcançar uma meta.

Por exemplo, quando uma pessoa decide investir para acumular patrimônio, com o objetivo de atingir sua independência financeira, ela precisa traçar um caminho. Geralmente, começar investindo valores baixos e ir aumentando conforme o tempo.

Através do planejamento, é possível definir quando é o melhor momento para aumentar os investimentos e passar para uma rede fixa e confiável.

5. Realizar aplicações frequentes

O sucesso dos investimentos depende muito do modelo de aplicação realizada e da situação econômica do país.

No início, é bem comum que o dinheiro investido não dê um grande retorno. Esse valor irá crescer de forma gradual e, quanto mais aplicações, mais altos incidem os juros e mais rentável é o investimento.

Entretanto, saiba que para começar não é necessário acumular um grande capital. Muitos investimentos possuem valores baixos para iniciantes. Conforme seu dinheiro for rendendo e novos aportes forem sendo feitos, mais rápido conseguirá alcançar sua independência financeira.

Dicas para atingir a liberdade e independência financeira em 2021
Anote essas dicas para você atingir sua liberdade e independência financeira em 2021. Foto por Freepik.

5 dicas para atingir a liberdade financeira

Independência e liberdade financeira – 1. Controle de gastos

Para quem deseja alcançar a liberdade financeira, o controle de gastos é essencial para iniciar o processo. Quanto mais contas uma pessoa tem, menos dinheiro ela possui para investir. 

Ou seja, é dependente do trabalho fixo para pagar as contas. Lembre-se: não é isso que se quer na liberdade financeira.

A liberdade de não depender do trabalho por opção, que pode ser gravidez, demissão ou mudança de carreira, implica em possuir uma fonte segura e estável em investimentos. 

Independência e liberdade financeira – 2. Reserva de emergência

Para aqueles que já fizeram o controle dos gastos, é muito importante criar uma reserva de emergência. A maioria dos investidores ficam com seus saldos não disponíveis para saque imediato, por isso a reserva deve ser montada com títulos seguros e que permitam resgate imediato. 

Portanto, em excepcionalidades é necessário ter uma fonte segura para utilizar nesse momento.

Embora a reserva de emergência seja muito importante, a maioria dos brasileiros não é adepto e sempre busca solução quando o problema já surgiu. De acordo com a pesquisa da CNDL e SPC Brasil em 2019, apenas 1 em cada 10 brasileiros consegue guardar dinheiro no final do mês.

Independência e liberdade financeira – 3. Crie uma reserva de oportunidade

A reserva de emergência é para situações específicas para não recorrer ao empréstimo pessoal, não devendo ser confundida com o dinheiro poupado para outros projetos.

Assim, a reserva de oportunidade é exclusiva para dar continuidade aos projetos e planos de longo prazo, bem como a construção de um patrimônio financeiro. De mesmo modo, o dinheiro deve ser aplicado em investimentos seguros e de alta liquidez.

Independência e liberdade financeira – 4. Investimento

Quem deseja a liberdade financeira precisa de estratégias para adquirir renda extra. 

Atualmente, o mercado financeiro oferece uma infinidade de investimentos, sejam eles em renda fixa, como o Tesouro Direto e Certificado de Depósito Bancário (CDB), ou renda variável, como ações da Bolsa de Valores, fundos de investimentos e contratos futuros.

Escolher ativos diversificados, como os fundos, é uma ótima estratégia para quem quer investir, ao invés de concentrar todo o investimento em uma base apenas.

Investimentos e horizonte de longo prazo, ingredintes fundamentais para alcançar a independência financeira
Investimentos e horizonte de longo prazo, ingredientes fundamentais para alcançar a independência financeira. Foto por Freepik

Independência e liberdade financeira – 5. Planeje a longo prazo

Por último, saiba que nenhum investimento ou planejamento será eficaz da noite para o dia. Ninguém dorme com uma lista enorme de metas e as encontra realizadas no dia seguinte.

Por isso, é importante manter os pés no chão e planejar a longo prazo.

Pode ser que alguns fatores contribuem para que alcance sua liberdade financeira antes do esperado. 

Porém, não conte apenas com a sorte. Inclua em todo o seu planejamento ideais futuros e graduais, lembrando-se sempre de ser realista e analisar a situação presente com cautela.

A partir de todas essas informações, é possível concluir que a Independência e liberdade financeira são muito importantes para quem busca sucesso na realização dos seus sonhos

Isso porque ambas proporcionam segurança para os projetos pessoais, que na maioria das vezes não seriam possíveis apenas com o trabalho comum.

Note que não é preciso possuir investimentos ou uma poupança para começar a pensar em Independência e liberdade financeira.

O principal elemento para quem quer alcançar esses objetivos está associado ao planejamento, controle, metas e dedicação, ou seja, qualquer um pode alcançar sua independência ou liberdade financeira se realmente quiser.

Por isso, comece hoje seu planejamento financeiro para começar a investir. Você pode aprender como montar o seu nesse artigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui