Carteira de ações: Como montar a minha e começar a Investir?

Author
Publicado em 27/10/2020 às 11:36h - Atualizado 3 anos atrás Publicado em 27/10/2020 às 11:36h Atualizado 3 anos atrás por Redação
Como montar uma carteira de ações
Como montar uma carteira de ações

Como montar a primeira carteira de ações? Com os juros baixos e a renda fixa cada vez menos rentável, cresce o número de interessados em investir na renda variável, mais precisamente no mercado de ações. A busca por opções mais rentáveis têm grande influência na menor rentabilidade dos títulos de renda fixa como o CDB e o Tesouro Direto, mas também tem certa relação com a maior disseminação de informações e conteúdos relevantes a respeito do mercado de ações e a isenção de custos oferecida por boa parte das corretoras para quem pretende investir em ações. Para que se tenha ideia do maior interesse do brasileiro no mercado de ações, basta observar o rápido crescimento no número de pessoas físicas com conta aberta na B3 (empresa responsável por operacionalizar a Bolsa de Valores aqui no Brasil). Em 2018, o número de brasileiros investindo em ações era de cerca de 500 mil pessoas, hoje já são 3 milhões de cadastros do tipo pessoa física ativos na B3. Se você se inclui no grupo de novos investidores da renda variável, certamente está em busca de dicas para montar de forma assertiva a sua primeira carteira de ações, certo? Sendo assim, você chegou ao lugar certo, neste conteúdo o Investidor 10 listará dicas muito importantes. Não deixe de conferir!

Carteira de ações: 1.Diversifique suas ações

Saber como diversificar uma carteira de ações é um dos passos mais básicos e também mais importante para quem deseja obter bons resultados no mercado de ações. Investir todo o capital ou a maior parte dele em um único ativo é um erro gravíssimo cometido por muitos investidores iniciantes.Diversificar no mercado de ações é essencial para que se evite grandes perdas e também para potencializar os lucros. Portanto, ao montar a sua primeira carteira de ações não aposte todas as suas fichas em uma única empresa, distribua o seu capital em pelo menos 5 opções. Além disso, procure diversificar também entre setores da economia, mesclando empresas do segmento varejista, do segmento industrial, de bens e serviços e bancário por exemplo. A diversificação não somente por empresas, mas também por setores irá prevenir o seu patrimônio de perdas relacionadas a algum impacto negativo que atinja um setor em específico.

Carteira de ações: 2.Invista em grandes empresas

Invista em grandes empresas

Empresas de grande porte transmitem maior segurança ao pequeno investidor Para aqueles que estão começando a investir e compreender o funcionamento do mercado de ações é importante não se submeter a grandes riscos, investindo em empresas com pouca capacidade de valorização e de geração de caixa ou com políticas de gestão duvidosa. Escolha empresas consolidadas com longa trajetória no mercado e com um excelente histórico de resultados positivos. Dentre as empresas que mais se destacam na Bolsa de Valores estão os grandes bancos, as grandes companhias de energia elétrica e empresas de grande importância para o cenário nacional, como a mineradora Vale e a petrolífera Petrobras. Investindo em empresas como as citadas anteriormente, você sujeita a sua carteira de ações a um risco menor e ainda pode garantir bons rendimentos no médio e longo prazo.

Carteira de ações: 3.Mantenha na sua carteira as chamadas ações defensivas

No mercado de ações, entende-se por ações defensivas aquelas que possuem baixa volatilidade e fluxo de caixa perene. Dentre essas empresas estão as companhias do setor elétrico e de saneamento por exemplo.Considerados setores essenciais para a sobrevivência das pessoas, o segmento de saneamento e energia costuma ser pouco impactado mesmo nas piores crises do mercado. Essas empresas possuem o diferencial de conseguir manter a sua posição de caixa e faturamento enquanto outras empresas passam por momento difícil, em virtude do caráter essencial dos seus serviços para toda a população.Pense conosco, mesmo em momentos de crise e dificuldade fazemos todo o esforço para manter as nossas contas de água e luz em dia, não é mesmo? Pois caso contrário ficamos sem o fornecimento de um serviço essencial. É exatamente por isso que essas empresas estão menos suscetíveis a variações de mercado, servindo como um escudo para a sua carteira de ações.

Carteira de ações: 4.Evite empresas em dificuldades econômicas

Empresas em dificuldades econômicas são um grande risco no mercado de ações

Empresas em dificuldades econômicas são um grande risco no mercado de ações Alguns investidores tentam especular ou literalmente contar com a sorte investindo em empresas que passam por sérias dificuldades pensando em sua recuperação futura e exponencial valorização. Empresas com muitas dívidas, dificuldades para geração de caixa ou até mesmo em recuperação judicial devem ser evitadas a todo custo. Mesmo que essas empresas possam se recuperar no futuro, o risco que se corre ao apostar nelas é muito grande, principalmente para o investidor que ainda não domina por completo o mercado. Um dos casos mais recentes de empresas em dificuldades econômicas em operação no mercado de ações é o da empresa de telefonia Oi. Em recuperação judicial as ações da empresa chegaram a ser cotadas abaixo de R$ 1,00 e são consideradas de alto risco. No entanto, alguns investidores acreditam na recuperação ou na venda da empresa o que poderia fazer as ações subirem, mas o futuro da Oi e de suas ações ainda é uma verdadeira incógnita e um grande risco para a sua carteira de ações.

Carteira de ações: 5.Tenha cuidado com o efeito manada

No mercado de ações chamamos de efeito manada o movimento onde um grande número de investidores começa a aplicar seus recursos nas ações de uma determinada empresa no famosos modo "Maria vai com as outras".Em um cenário como esse grande parte dos investidores seguem na mesma direção sem analisar com cuidado os benefícios da compra e venda de uma ação. Investir sem fazer análises e sem fundamentos consistente seguindo a opinião da maioria pode ser um grande erro.Em uma das suas frases mais famosas, Warren Buffet, que por sinal é um dos maiores e melhor sucedido investidor do mundo, disse o seguinte “Risco vem de você não saber o que está fazendo.”Portanto, ouça quem realmente entende do assunto. Não entre no efeito manada e não tome decisões sem realmente saber o que você está fazendo, assim você protege a sua carteira de ações dos maiores riscos do mercado.

Carteira de ações: 6.Nunca pare de estudar e de se informar

O conhecimento é a chave do sucesso no mercado de ações

O conhecimento é a chave do sucesso no mercado de ações -Foto: Freepik[/caption] Para ter sucesso no mercado de ações é preciso buscar conhecimento e estudar de forma contínua. Nunca pense que você não tem mais nada para aprender, por melhor que você seja como investidor. Busque diariamente por mais e mais conhecimento, entenda todas as vertentes do mercado, minimize os seus riscos, maximize os seus riscos e transforme-se em um grande investidor. Além de estudar e ir em busca do conhecimento, todo bom investidor precisa também ser bem informado. Sendo assim, se o seu objetivo é investir no mercado de ações, crie o hábito de acompanhar as principais notícias do cenário político e econômico do país e também do mercado internacional. Decisões políticas e de mercado, resultados abaixo do esperado e outros fatores podem fazer com que a cotação de uma ação sofra forte desvalorização de forma repentina. Estando atento às notícias e aos chamados riscos e fatores externos, você consegue tomar decisões rápidas para proteção do seu patrimônio.

Carteira de ações: 7.Não invista em ações com baixa liquidez

Considera-se ações com baixa liquidez aquelas que despertam pouquíssimo interesse do mercado e dos demais investidores. O risco de investir em ações desse tipo é encontrar dificuldades para vendê-las quando necessário.Aqui, mais uma vez fica claro que investir em empresas consolidadas e reconhecidas do mercado é na maioria das vezes a melhor opção, dê preferência a estas empresas ao montar a sua carteira de ações.

Carteira de ações: 8.Cuidado com as manipulações de mercado e as chamadas bolhas

Manipular o mercado de ações é crime e portanto existe muita fiscalização e penas severas relacionadas a casos de manipulação. No entanto, é sempre bom suspeitar de ações que se valorizem drasticamente da noite para o dia, evite incluí-las na sua carteira de ações sem antes buscar muita informação em fontes confiáveis.A valorização das ações de uma empresa na Bolsa de Valores precisa está baseada em fatos e números que comprovem o seu valor. Portanto, desconfie de tudo o que está completamente fora da normalidade.

Carteira de ações: 9.Cuidado com os falsos especialistas

falsos especialistas no mercado de ações

Falsos especialistas podem levar investidores ao fracasso Existem muitos falsos especialistas e "gurus" do mercado por aí, tenha cuidado com eles. Os famosos gurus do mercado são pessoas que prometem ganhos fora da curva e ações milagrosas, indicando ações, cursos e até mesmo técnicas duvidosas para se investir. Tenha bastante cuidado e não acredite em "contos" que prometem ganhos exorbitantes ou o enriquecimento fácil. Não existe fórmula ou carteira de ações mágica no mercado acionário, existe conhecimento, informação e muita análise.

Carteira de ações: 10.Acompanhe os indicadores do mercado

Por fim, a nossa última dica para que você monte uma boa carteira de ações. Acompanhe os indicadores de mercado e também das empresas nas quais você pretende investir. Conhecer os indicadores e acompanhá-los minimiza consideravelmente seus riscos e aumenta as suas chances de ganho.Os indicadores de ações e os números apresentados pelas empresas tem muito a dizer sobre elas. Estude e avalie cada indicador antes de montar a sua carteira de ações e decidir em quais empresas investir.Para ajudar você nessa tarefa, o Investidor 10 conta com uma série de indicadores sobre as principais ações do mercado e diversos conteúdos que ajudam você a entender melhor como cada um destes indicadores funcionam. Visite a nossa página principal e analise os mais importantes indicadores das empresas onde você pretende investir o seu capital.Seguindo todas as dicas apresentadas neste conteúdo, principalmente no que diz respeito a investir em empresas sólidas e diversificar a sua carteira de ações, você tem grandes chances de se tornar um investidor bem sucedido na renda variável.

Aproveite e leia mais nossos conteúdos: