Ibovespa e dólar recuam em dia morno no mercado

Principal índice da B3 caiu mesmo diante da alta dos preços do petróleo, que impulsionou as empresas do setor.

Author
Publicado em 25/03/2024 às 18:28h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 25/03/2024 às 18:28h Atualizado 2 meses atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

O Ibovespa fechou com uma leve queda de 0,08%, aos 126.931 pontos, nesta segunda-feira (25). Já o dólar recuou 0,51%, aos R$ 4,97.

💲 A semana começou morna no mercado, com os analistas no aguardo nos dados que virão nos próximos dias. Nesta terça-feira (26), por exemplo, a agenda de indicadores está cheia no Brasil, com prévia da inflação (IPCA-15), ata do Copom (Comitê de Política Monetária) e Boletim Focus.

Veja aqui o calendário econômico da semana

Nos Estados Unidos, diretores do Fed (Federal Reserve) renovaram as incertezas sobre os rumos dos juros. De um lado, o presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, reforçou a hipótese de três cortes de juros ainda em 2024. Do outro, o representante do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, disse só ver espaço para um corte neste ano. 

Diante desse cenário, as bolsas americanas também começaram a semana com uma oscilação negativa. Veja o fechamento:

  • Dow Jones: -0,41%;
  • S&P 500: -0,31%;
  • Nasdaq: -0,27%.

Altas

O Ibovespa só não caiu mais por causa das empresas do setor de petróleo e gás, que se beneficiaram com a alta dos preços do petróleo. O barril subiu cerca de 1,5%, com o aumento das tensões entre Rússia e Ucrânia.

A Petrobras (PETR4), por exemplo, subiu mais de 1%. As ações ordinárias da estatal subiram 1,25% e as preferenciais, 1,53%. Mas outras companhias do setor subiram ainda mais. Veja:

No campo das altas, destaque também para a Oi (OIBR3), que disparou 12,86% com a possibilidade de avanço do plano de recuperação judicial da companhia. A Oi apresentou uma nova versão do plano e negocia os termos finais do documento com os credores para tentar votar o plano, em assembleia geral de credores, ainda nesta segunda-feira (25).

Baixas

A Braskem (BRKM5) liderou as perdas no Ibovespa nesta segunda-feira (25). As ações da companhia recuaram 4,54%, depois de terem subido 25% na semana passada em meio a notícias sobre a venda da petroquímica.

A Casas Bahia (BHIA3), que divulga o balanço do quarto trimestre ainda nesta segunda-feira (25), também recuou. Os papeis da varejista caíram 2,94%. Veja outras quedas do dia:

Leia também: Gol, Azul, JBS, IRB e mais empresas divulgam resultados do 4T23 nesta semana