Oi (OIBR3) dispara na B3 com nova versão do plano de recuperação judicial

Companhia pretende colocar o novo plano de recuperação judicial em votação ainda nesta segunda-feira (25).

Author
Publicado em 25/03/2024 às 15:56h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 25/03/2024 às 15:56h Atualizado 2 meses atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

A Oi (OIBR3) figura entre os maiores ganhos da B3 nesta segunda-feira (25) diante da possibilidade de avanço no plano de recuperação judicial da companhia.

📞 A Oi apresentou uma nova versão do seu plano de recuperação judicial e a expectativa é de que o documento seja votado pelos credores da companhia ainda nesta segunda-feira (25). 

Com isso, as ações da Oi chegaram a subir mais de 14%. Às 15h35, os papeis ordinários subiam 11,43%, a R$ 0,79. Já os preferenciais avançavam 11,96%, a R$ 2,06.

Leia também: Nelson Kaufman renuncia ao cargo de diretor-presidente da Vivara (VIVA3)

A negociação

🤝 A Assembleia Geral de Credores da Oi havia sido convocada para o dia 5 de março, mas foi adiada para esta segunda-feira (25) para que a companhia tivesse mais tempo de negociar um acordo com os seus credores.

Assim que a assembleia foi retomada, a Oi disse que apresentou uma nova versão do seu plano de recuperação judicial e defendeu a votação do documento ainda nesta segunda-feira (25). Contudo, pediu a suspensão da assembleia por três horas esclarecer dúvidas dos credores sobre os novos termos do plano e acertar os últimos pontos do documento.

Às 14h30, a assembleia foi suspensa por mais duas horas, desta vez a pedido dos credores, para que as negociações continuassem.

Em fato relevante, a Oi disse que o plano atualizado é "resultado da continuidade das extensas negociações, mantidas entre a Companhia e seus principais credores e outros stakeholders, melhorias e contribuições de credores, em relação à versão anteriormente apresentada".

Na assembleia, o presidente da Oi, Mateus Bandeira, disse que, "desde que a assembleia foi suspensa em 5 de março, a companhia continuou negociando diariamente com seus credores para atender os pedidos de alteração do seu plano de recuperação judicial na maior extensão possível, sempre preocupada em colocar em deliberação um plano viável, que assegure de forma sustentável a continuidade de suas operações no longo prazo".

Recuperação judicial

O plano de recuperação judicial da Oi previa, entre outras coisas, o financiamento de até US$ 650 milhões e a venda de ativos avaliados em mais de R$ 15 bilhões. Com isso, a companhia esperava reduzir a sua dívida em até 75%.

A Oi pediu recuperação judicial em maio de 2023 com uma dívida de R$ 44,3 bilhões. O pedido foi apresentado seis meses depois de a companhia encerrar o primeiro processo de recuperação judicial, que teve início em 2016 e se arrastou até dezembro de 2022, com o intuito de reestruturar uma dívida de R$ 65,4 bilhões.

OIBR3

OI
Cotação

R$ 4,39

Variação (12M)

-58,97 % Logo OI

Margem Líquida

-74,09 %

DY

0%

P/L

0.05

P/VP

0.01