FIIs conquistam 81 mil novos investidores em janeiro

O Ifix, índice de Fundos de Investimentos Imobiliários da B3, opera em patamares recordes

Author
Publicado em 16/02/2024 às 17:24h - Atualizado 3 meses atrás Publicado em 16/02/2024 às 17:24h Atualizado 3 meses atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

Os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) ganharam cerca de 81 mil novos investidores em janeiro de 2024. Com isso, essa indústria passou a ter mais de 2,584 milhões de investidores no Brasil.

🏙️ De acordo com dados da B3, as pessoas físicas são os principais investidores dos FIIs. Esse público responde por 75,5% do número de investidores e foi responsável por 67,6% do volume negociado nesta indústria em janeiro de 2024.

Leia também: Kallas: Construtora que avalia IPO amplia lucro em mais de 60% em 2023

A alta concentração de investidores individuais têm explicação, já que as pessoas físicas estão isentas de IR (Imposto de Renda) nos rendimentos distribuídos pelos FIIs.

Investidores institucionais e não residentes, contudo, também respondem por parcela importante dos aportes realizados nos FIIs. Veja a participação de cada tipo de investidor, de acordo com o volume financeiro negociado em janeiro de 2024:

  • Pessoas físicas: 67,6%;
  • Investidores institucionais: 20,3%;
  • Não residentes: 10%;
  • Instituições financeiras: 1,2%;
  • Outros: 0,9%.

Ainda segundo a B3, R$ 5,7 bilhões foram negociados em FIIs em janeiro de 2024. O número é semelhante ao de dezembro de 2023.

Mais de 450 opções

A B3 contabiliza 452 Fundos de Investimento Imobiliário disponíveis para investimento atualmente. Outros tantos são registrados na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) mas não estão listados na B3.

Veja os cinco FIIs mais negociados em janeiro, segundo a B3:

  • KNCR11: Kinea Rendimentos Imobiliários;
  • KNIP11: Kinea Índice de Preços Fundo;
  • HGLG11: CSHG Logística FII;
  • MXRF11: Maxi Renda FII;
  • XPML11: XP Malls Fundo.

Cenário favorável

Na avaliação de especialistas, o ambiente econômico é benéfico para fundos de investimento, como os FIIs, em 2024. É que a perspectiva de queda dos juros e da inflação afeta o rendimento da renda fixa e deve levar os investidores a procurar ativos de maior retorno e risco, como os fundos.

📈 Diante dessa perspectiva, o Ifix (Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários da B3) está em alta neste início de ano. O índice subiu 0,67% em janeiro, quando o Ibovespa afundou 4,79%. E continuou em alta em fevereiro, tanto que opera em patamares recordes atualmente.

Criado em 2010, o Ifix alcançou a marca recorde de 3.340,7 pontos no dia 7 de fevereiro, segundo levantamento de Einar Rivero, da Elos Ayta Consultoria. Depois disso, seguiu em tendência de alta. Nesta sexta-feira (16), por exemplo, operava aos 3.357,68 pontos por volta das 17h.

O Ifix já subiu 0,73% em fevereiro, até esta sexta-feira (16). No acumulado do ano, a valorização acumulada é de 1,4%.