Benjamin Graham é um dos nomes mais conhecidos do segmento dos investimentos. Além disso, ele é considerado o precursor da estratégia buy and hold, adotada por seu seguidor bilionário Warren Buffet.

Por isso, se você quer saber mais sobre esta personalidade incrível do mundo dos investimentos, você está no lugar certo. Neste artigo, vamos apresentar a você quem é Benjamin Graham, qual sua estratégia de investimentos, como ele ficou rico e também quais livros ele escreveu. Vamos lá?

Quem é Benjamin Graham?

Benjamin Graham
Quem é Benjamin Graham? – Foto por Wikipedia.

Benjamin Graham nasceu no dia 8 de Maio de 1894 em Londres e foi um influente economista inglês. Tendo como nome de batismo Benjamin Grossbaum, ele e sua família foram obrigados a mudar de sobrenome, que era de origem judaica, durante a Primeira Guerra Mundial.

Além disso, com apenas um ano de idade, Benjamin e sua família se mudaram para Nova Iorque com o objetivo de iniciar uma nova vida. Entretanto, quando Benjamin ainda era pequeno, seu pai faleceu, o que fez com que ele e sua família passassem por um período de escassez.

No entanto, o jovem Benjamin usou esse período difícil para se tornar um estudante brilhante. Nesse sentido, com apenas 20 anos, se formou em Economia pela Universidade de Columbia.

Neste período, Benjamin recebeu diversas propostas para atuar como professor de disciplinas como Matemática, Inglês e Filosofia. Porém, recusou todas elas para se aventurar na Wall Street.

Dessa forma, seu primeiro trabalho foi em uma empresa chamada Newburguer, Henderson and Loeb. No começo, Benjamin era um estagiário “faz tudo” que ganhava apenas US$12 por semana.

Todavia, Benjamin cresceu muito rápido na empresa. Após seis anos nela, ele se tornou um dos sócios do grupo.

Entretanto, em 1926, ele decidiu sair da empresa e montar o seu próprio negócio. Juntamente com Jerry Newman, Benjamin fundou a empresa Graham-Newman. Este negócio quase acabou com a sua carreira, quando a crise da Bolsa atingiu seu ápice em 1929.

Em 1928, Benjamin resolveu lecionar sobre investimentos na Columbia. Durante esse período, ele conheceu David Dodd, que tornou-se seu parceiro na criação de um de seus livros de maiores sucesso: “Security Analysis”, escrito em 1934.

Anos depois, em 1949, Benjamin publicou o seu livro mais conhecido “The Intelligent Investor” (O investidor inteligente). Além disso, por meio destes dois livros, Benjamin introduziu ao mundo dois conceitos imprescindíveis para o mercado financeiro: investimento em valor (value investing) e análise de riscos.

Com este novo modelo, Benjamin sacudiu o setor, uma vez que confrontava tudo que era aplicado na época. Segundo ele, a maior parte das pessoas envolvidas na área não entendia o funcionamento do mercado, já que buscavam ganhos em curto prazo (a quem ele chamava de especuladores).

Ainda, enquanto professor, Benjamin deu aula para Warren Buffet, que o considera o maior investidor de sucesso. Buffet é um dos mais fiéis discípulos de Graham, pois aplica e aprimora seus ensinamentos até hoje.

Qual é a estratégia de investimentos de Benjamin Graham? 

Benjamin Graham: conheça um dos maiores investidores da História
Qual a estratégia de investimentos utilizada por Benjamin Graham? – Fonte: Acervo Pessoal

As estratégias de investimentos que Benjamin Graham desenvolveu são conceitos essenciais utilizados até hoje. Baseando-se nos princípios da análise fundamentalista e investimento em valor, seus conceitos são seguidos por grandes investidores.

Além disso, de acordo com ele, um investimento inteligente se assemelha a um negócio. Dessa forma, é necessário identificar nele quais características você considera importante.

Como base de suas teorias, Benjamin ressalta a diferença entre valor e preço de uma ação. Preço é o que se paga pela ação, valor é o que você ganha com ela.

Ou seja, as boas oportunidades da Bolsa de Valores são aquelas ações de empresas que possuem bons fundamentos e que estão sendo negociadas abaixo do seu valor.

Portanto, essas ações são capazes de gerar valor para o investidor, seja pelo aumento do preço dos papéis ou até mesmo pelo recebimento de dividendos.

Tendo dito estas informações, vamos conhecer agora quais são os 3 principais conceitos da estratégia de investimentos de Benjamin Graham:

1- Busque lucrar com a volatilidade do mercado

De acordo com Benjamin, o investidor inteligente é aquele que aproveita as oscilações do mercado para fazer bons negócios. Em seu livro “O investidor inteligente”, Benjamin apelida o mercado de “Sr. Mercado”.

Dessa maneira, o Sr. Mercado é um sujeito que bate à porta dos investidores oferecendo a compra ou venda de ações. Além disso, a cada dia o preço é diferente.

Nesse sentido, utilizando esta metáfora para a volatilidade do mercado, Benjamin ressalta que nenhum investidor é obrigado a aceitar a proposta do Sr. Mercado, já que no dia seguinte ele estará batendo na porta dos investidores novamente.

Em suma, para Benjamin, muitas vezes o mercado age de forma irracional. Por isso, uma das principais regras de um investidor em valor deve ser não deixar as emoções influenciarem na compra e venda de ações.

2- Invista com uma margem de segurança

Devido à volatilidade do mercado, surgem diversas oportunidades de compra de ações com significativos descontos em seu valor intrínseco, ou seja ações “mais baratas” do que costumam ser.

Esse “desconto” é a margem de segurança, que auxilia na minimização dos riscos de variação no preço das ações.

Além disso, o diferencial neste conceito é, mais do que procurar ótimos negócios, essas oportunidades podem gerar a possibilidade de alto retorno e baixo risco de desvalorização.

3- Autoconhecimento é chave

Por fim, o terceiro princípio fundamental para Benjamin é o autoconhecimento. Segundo ele, o investidor ativo é aquele que utiliza seu tempo e energia para estudar o mercado e, consequentemente, gerar bons retornos.

De forma contrária, o investidor passivo é aquele que não tem tempo ou até mesmo vocação para aprofundar-se no mercado. Neste caso, Graham sugere que o investidor aplique em índices ou em carteiras que repliquem índices.

Como ele ficou rico?

Benjamin Graham: conheça um dos maiores investidores da História
Como ele ficou rico? – Fonte: Acervo Pessoal

De fato, Benjamin Graham atingiu grande sucesso em suas operações e, portanto, acumulou grande fortuna.

Além disso, logo no início de sua trajetória como investidor, Graham enfrentou a Crise de 1929, perdendo quase todos os seus investimentos. Entretanto, foi esse período que trouxe lições valiosos a ele.

Dessa forma, foi a partir daí que Graham surgiu com a estratégia de comprar ações com desconto sobre o valor real da empresa. Baseando-se nisso, aos 25 anos, Graham alcançou um retorno anual próximo a US$500 mil na época.

Adicionalmente, com a parceria Graham-Newman, ele também obteve retornos impressionantes. Durante um período de 10 anos, o preço das ações saltaram de US$99 para US$245.

Ainda, em 1958, ano da liquidação da Graham-Newman, houve uma distribuição total de US$840,62 por ação foi feita para investidores, com retorno total de 750% em 30 anos.

Portanto, podemos perceber que os ensinamentos de Benjamin são atemporais e essenciais para quem almeja sucesso no longo prazo.

Comprovando sua eficiente estratégia de investimentos, Graham ficou, durante 20 anos consecutivos, pelo menos 2,5 à frente do índice de ações Standard & Poor’s 500 (S&P 500).

Livros escritos por Benjamin Graham

Os livros de Benjamin Graham podem ser considerados os mais importantes quando assunto é investimento. De fato, no vídeo acima, você pode ver o depoimento de Warren Buffet a respeito do livro O investidor inteligente.

Por isso, para finalizar nosso artigo sobre esta personalidade incrível, iremos apresentar a você os dois livros escritos por Benjamin Graham. São eles:

O investidor inteligente

O investidor inteligente, por Benjamin Graham
O investidor inteligente – Fonte: Capa de livro

No livro O investidor inteligente você encontrará as mais importantes lições sobre análise fundamentalista que todo investidor inteligente deve ter: educação financeira, conhecimento de mercado e visão de longo prazo.

Além disso, de acordo com Warren Buffet, esta obra é o melhor livro de investimentos já escrito.

Security Analysis

Security Analysis
Security Analysis – Fonte: Capa de livro

Security Analysis é um livro publicado em 1934 em co-autoria com David Dodd. Para muitos, a obra é considerada a Bíblia dos investidores fundamentalistas.

Ainda, no livro, Graham e Dodd apresentam as técnicas do value investing que resistem ao tempo e condições do mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui