João Kepler: conheça a trajetória do anjo investidor

Author
Publicado em 20/10/2022 às 12:49h - Atualizado 1 ano atrás Publicado em 20/10/2022 às 12:49h Atualizado 1 ano atrás por Redação
João Kepler: conheça a trajetória do anjo investidor. Fonte: Shutterstock
João Kepler: conheça a trajetória do anjo investidor. Fonte: Shutterstock

Você sabe quem é João Kepler? Você conhece a trajetória de vida e investimentos de João, que é um dos maiores empreendedores e investidores do Brasil?

Conhecer a história de grandes investidores de sucesso é algo imprescindível para quem quer aprender a como investir com sucesso e se inspirar para fazê-los.

Com isso em mente, o Investidor10 decidiu hoje fazer esse resumo completo a respeito da vida de João Kepler, mostrando tudo que ele fez para alcançar o sucesso.

Vamos lá?

Quem é João Kepler?

São muitos os títulos que descrevem João.

Como empreendedor, é responsável e CEO da Bossa Nova Investimentos, que já fez mais de mil investimentos em startups pelo país.

Já como escritor bem-sucedido, tem no seu currículo mais de 8 livros publicados no campo do empreendedorismo, com destaque para:

  • Smart Money: O empreendedor é quem deve escolher o seu investidor, e não o contrário. Neste livro, João explica como conseguir dinheiro para sua empresa;

  • Gestão Ágil: Um livro que fala sobre a rápida mudança no mercado empresarial e empreendedor, em especial do impacto que as Startups causaram nos negócios;

  • Se Vira Moleque: Um livro de autoajuda destinado a ensinar aos pais como criar filhos responsáveis, autossuficientes e empreendedores;

  • O Poder do Equity: Para ajudar empreendedores a se tornarem “investidores-anjo”, entenderem como funciona a nova economia e o que está por trás das startups.

João também atua como conferencista especializado em startups, viajando o Brasil de ponta a ponta desde 2011, sem, no entanto, deixar de ser acessível a empreendedores.

Outra posição que ocupa é a de apresentador de TV, sendo o host do “O Anjo Investidor”, um reality show sobre empreendedorismo que passa na Jovem Pan.

Inclusive, por ser um especialista na relação empreendedor-investidor, Kepler já foi premiado cinco vezes como o “Melhor Anjo-Investidor” do Brasil pela Startup Awards.

De fato, ser um anjo-investidor é a principal atividade de João hoje em dia, que faz investimentos em empresas startups de diversos ramos diferentes sem medo de errar.

História de João Kepler

João Kepler em uma matéria feita pelo Blog Papo Íntimo. Fonte: Papo Íntimo.

Nascido em Macapá e criado em Belém, João começou a sua carreira de fato na cidade de Maceió no ano de 1992, onde conheceu sua esposa e mantém moradia fixa até hoje.

Nesse ano ele havia acabado de sair dos EstadosUnidos depois de cursar administração na University of Miami; seguindo diretamente para Maceió, o “Caribe brasileira”.

Logo ele se deparou com a oportunidade de trabalhar no grupo empresarial João Lyra, que na época incluía usinas de cana-de-açúcar, táxi aéreo e fábrica de adubos.

A vaga era para uma pessoa que tivesse capacidade de coordenar um CPD (Centro de Processamento de Dados) de uma das companhias que faziam parte do grupo.

Graças ao seu interesse em tecnologia adquirido nos cursos de programação da universidade, João usou de sua experiência para apostar na descentralização.

Com a sua ajuda, fez o João Lyra investir na conectividade de redes para que os trabalhadores não precisassem ficar todos juntos na mesma sala.

O tempo que passou na empresa fez com que ele também adquirisse uma grande experiência com sistemasgerenciais e gestão de pessoas em geral.

João Kepler como vendedor

Após o seu trabalho com o João Lyra, Kepler pediu demissão e começou a trabalhar com consultoria para atender as empresas que começavam a entrar em contato com ele.

Nesse período ele fundou uma empresa de software que desenvolveu um aplicativo para a concessionária Fiat, que acabou ficando famoso no Brasil inteiro.

Graças a esse projeto, uma cooperativa do Rio de Janeiro, a Uniway, que prestava serviço a essa concessionária, fez uma proposta para adquirir a empresa de João.

A partir de então, passou a trabalhar como associado da companhia, entre os anos de 1997 e 1998.

No entanto, João mudou o seu foco para a área de vendas. Para dar conta da demanda, ele montou uma equipe para vender veículos, consórcios e financiamentos.

Rapidamente, a área de vendas superou a área de consultoria.

João então expandiu, passando a vender também eletrodomésticos da Brastemp, chegando a ter mais de 1500 vendedores de porta a porta do Pará a Bahia.

Criação da Credix

Quando JoãoKepler percebeu que seus vendedores precisavam de várias coisas para atuarem melhor, tal como antecipação de comissão, ele criou um sistema de convênio.

Nesse momento nasceu a Credix, que durou de 2002 a 2007, oferecendo em especial um cartão de crédito-convênio, que solucionava diversas questões dos vendedores.

Durante o seu tempo de atividade, a companhia cresceu muito no nordeste, chegando a ter mais de 250 mil associados, um bom dinheiro acumulado com margem de 3% de lucro.

Os principais estados em que a Credix atuou foram Pernambuco e Sergipe.

Entretanto, João reconhece que cometeu alguns erros cruciais que levaram ao fim da companhia.

Entre eles estava os contratos feitos com governos e prefeitura, que descontavam na folha de pagamento e depois demoravam demais para fazer o repasse.

Outro erro cometido foi não ter vendido a empresa quando as propostas surgiram. Kepler diz que ficou muito deslumbrado com capas de revistas, o que tirou o seu foco.

Eventualmente, os problemas com fornecedores que queriam ser pagos forçaram o empresário a usar o seu caixa pessoal para equilibrar as contas.

No ano de 2007, tanto a Credix quanto a RKS Representações, a empresa de consultoria de João, acabaram fechando em um processo que levou a muitos aprendizados.

Por outro lado, isso não abalou João Kepler, que, naquela altura, já havia engatilhado mais dois novos projetos, a Softwan Store e o Show de Ingressos, que começou a se destacar.

Show de ingressos e o nascimento de um investidor anjo

Foi no ano de 2009 que João Kepler entendeu que a Show de Ingressos era de fato uma Startup.

Isso porque, além do bom faturamento, já possuía três escritórios no Brasil. Sendo uma das maiores vendedoras de ingressos da região nordeste, a companhia ainda assim necessitava de investimento para conseguir crescer mais.

Após muito estudo, Kepler decidiu aplicar para um fundo de investimentos nos EstadosUnidos. Foi nesse momento que nasceu o seu interesse por “Startups”.

A experiência como investidor em empresas pequenas, que de alguma forma sempre acompanhou João, se solidificou em 2011 ao fazer um evento com Cassio Spina.

Cássio, na época, estava montando o “Anjos do Brasil” e convidou o empresário para fazer parte do projeto.

A persona de investidor-anjo nasceu junto com o AnjosdoBrasil.

João então começou a se dedicar muito ao assunto e também fazer investimentos profissionais.

Esse período durou até 2014, quando reencontrou PierreSchurmann.

Deste reencontro, que aconteceu em uma conferência em Fortaleza, veio a troca de experiências e o eventual nascimento de sua maior realização, a BossaNovaInvestimentos.

O que é a Bossa Nova Investimentos?

Bossa Nova Investimentos. Fonte: Meio & Mensagem

A BossaNovaInvestimentos é uma das maiores e mais ativas empresas de venture capitalda América Latina, que foca o seu investimento em empresas B2B e B2B2C.

Os principais tipos de segmentos que a empresa investe são naquelas com modelos de negóciosdigitais e escaláveis, que já estejam operando e faturando preferencialmente.

De forma geral, o investimento médio feito pela BossaNova nas empresas gira em torno de 100 a 500 mil reais.

O que não é muito diferente do que um investidor-anjo faz.

Na empresa, as duas pessoas-chaves, JoãoKepler e Pierre, somam suas experiências como, buscando sempre entender o lado do empreendedor que busca ajuda e dinheiro.

No entanto, não seria até o ano de 2016 que a empresa de fato se organizaria por meio da criação de um “Fundo de Investimentos em Participações” de 100 milhões de reais.

No começo foi um pouco difícil conseguir investimentos com FamilyOffices, pois todos diziam não querer investir no FIP, e sim na empresa de João e Pierre.

Eventualmente, eles acabaram aceitando a proposta de um banco do Grupo BMG em 2017, prometendo fornecer governança, controle e organização, o que faltava à Bossa

Nova. Já no ano de 2018, a empresa obteve uma experiência com a Confederação Nacional dos Transportes.

Nesse período, eles criaram um fundo de logística ligado a transportes.

O objetivo do fundo era investir em startups e em um programa de aceleração chamado de “Programa Conecta - Impulso a Startups”.

A BossaNovaInvestimentos também investe em um mini grupo de investidores chamado de “GrupodeCoinvestidores”, fechado para no máximo 200 coinvestidores.

A Bossa Nova Investimentos durante a crise de 2020

Durante a pandemia de 2020, a companhia passou por grandes dificuldades iniciais, tal como a maioria absoluta das empresas, porém não quebraram.

Como João já havia vivenciado de perto situações de falência, ele já sabia o que poderia acontecer e decidiu se antecipar criando um manifesto para seus clientes.

Neste manifesto ele descreveu 30 sugestões do que as startups deveriam fazer para superar aquele momento de adversidades.

O resultado: apenas uma startup fechou.

Muitas das startups que foram ao faturamento zero já haviam se preparado para o pior e, assim que a crise arrefeceu, elas conseguiram voltar a faturar normalmente.

A vida pessoal de João Kepler

Algo que muitos investidores podem vir a subestimar, é a importância que uma vida social bem organizada pode ter para fazer com o que um empreendedor seja bem-sucedido.

Esse é o caso de João, que é casado, tem três filhos, uma casa de praia e gosta de passar a maior parte do seu tempo livre viajando, lendo, estudando e escrevendo.

A verdade é que, se o empreendedor não separar a sua vida pessoal do trabalho e dar a si mesmo uma folga, as chances são de que ele viverá para o trabalho e não crescerá.

O reality show “O Anjo Investidor”

Programa "O Anjo Investidor", Jovem Pan e RedeTV. Fonte: Jovem Pan

Atualmente, um dos maiores projetos de JoãoKepler, a parte dos seus investimentos pessoais e da BossaNovaInvestimentos, é o programa de TV "OAnjoInvestidor”.

Este programa, que é uma parceria da Jovem Pan com Rede TV, trata-se de um reality show com o objetivo de ajudar empreendedores, startups e empresas a crescerem.

Para fazer isso, no entanto, é preciso conhecer a cultura financeira, investimentos, marketing e as finanças, e esse reality ainda envolve o público e a audiência.

Durante o “OAnjoInvestidor”, são conhecidas as histórias reais de empreendedores, apresentando suas dificuldades pessoais, profissionais e sua busca por oportunidades.

A intenção é mostrar na prática como um investidor anjo pode ajudar empresas pequenas por meio da apresentação do seu modelo de negócios ao João Kepler.

Aqueles que participam do reality, terão acesso a possíveis investimentos de um fundo e uma mentoria qualificada sobre os pontos positivos e negativos do negócio.

Essa consultoria também envolve resolver questões pessoais e financeiras que possam estar travando o crescimento da companhia de forma sustentável e saudável.

O formato do programa segue o mesmo padrão tradicional dos realitys, ou seja, entrevistas, gravações externas, histórias dos empreendedores, depoimentos e etc.

Dentro da dinâmica do programa, JoãoKepler pode surgir a qualquer instante para oferecer uma oportunidade “caída dos céus” para resolver pequenos problemas da empresa.

Vale ressaltar que o participante também aprenderá sobre investimentos rentáveis, fundos de investimento e cultura financeira, para poder se planejar estrategicamente e crescer.

O que se pode aprender com João Kepler?

Agora que você já conhece boa parte da trajetória de João, seus investimentos e projetos, você pode estar se questionando sobre o que é possível aprender com isso.

Primeiramente, a história de JoãoKepler é uma história de lutas, fracassos e muita persistência.

Foi com os seus erros que ele aprendeu a fazer melhor e não errar mais.

Sua personalidade dinâmica e vontade de aprender o fazem sempre ter um projeto nas mangas para iniciar assim que possível.

Inclusive, João não desperdiça oportunidades.

Uma característica muito importante que pode ser observada em João, é o como ele é capaz de se adaptar às mudanças que a vida lhe traz repentinamente.

Por fim, algo que todo empreendedor tem e que João tem de sobra: coragem para encarar os riscos de frente.

Sim, porque empreender é se arriscar e, só vence quem toma riscos. Gostou de conhecer mais sobre o João Kepler? Conheça mais personalidades conhecidas do mercado financeiro, acessando os conteúdos do Investidor10.