Petrobras (PETR4): Silveira nega pagamento de dividendos e saída de Prates

A discussão sobre dividendos deve ser pautada em Assembleia Geral de Acionistas no final do mês.

Author
Publicado em 10/04/2024 às 11:50h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 10/04/2024 às 11:50h Atualizado 1 mês atrás por Elanny Vlaxio
(Shutterstock)
(Shutterstock)

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, negou definição sobre o pagamento de dividendos extraordinários e a possível mudança de comando na Petrobras (PETR4).  As declarações foram feitas na noite da última terça-feira (9) após evento de assinatura da MP (Medida Provisória) das Energias Renováveis e da Redução Tarifária no Palácio do Planalto. 

🗣️ Segundo Silveira, o encontro marcado com os ministros da Fazenda, Fernando Haddad e Rui Costa, da Casa Civil, foi para discutir "sobre as possibilidades" com o objetivo de melhorar a economia brasileira. “Não é verdade que nós acordamos entre nós qualquer coisa que seja sobre distribuição de dividendos", disse Silveira.

Leia também: Petrobras (PETR4): Dividendos estão bem encaminhados, diz Haddad

Já em relação às especulações sobre a saída do presidente da petroleira, Jean Paul Prates, o ministro afirmou que nunca discutiu o assunto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), “Lula nunca cogitou a saída de Prates da Petrobras para mim. Não existe essa personificação entre mim e o presidente da estatal. Discordamos em questões pontuais”, disse Silveira ao jornal "O Globo". 

💬 O embate entre Silveira, Prates e as especulações sobre o pagamento de dividendos ganharam força nas últimas semanas mesmo após a Petrobras negar em comunicado os rumores. Segundo a companhia, a decisão sobre dividendos deve ser discutida em Assembleia Geral de Acionistas, a ser realizada no dia 25/04/2024

PETR4

Petrobrás
Cotação

R$ 37,22

Variação (12M)

75,04 % Logo Petrobrás

Margem Líquida

22,45 %

DY

19.73%

P/L

4,41

P/VP

1,19