Casas Bahia (BHIA3): Justiça aprova pedido de recuperação extrajudicial

Agora, com as novas condições, a empresa só precisará arcar com R$ 500 milhões durante o mesmo período.

Author
Publicado em 30/04/2024 às 09:23h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 30/04/2024 às 09:23h Atualizado 1 mês atrás por Elanny Vlaxio
Getty Images
Getty Images

O Tribunal de Justiça de São Paulo aprovou na última segunda-feira (29) o pedido de recuperação extrajudicial da Casas Bahia (BHIA3), abrindo caminho para renegociação de dívidas no valor de R$ 4,1 bilhões.

📋 “A documentação apresentada pelo requerente evidencia […] a concordância dos credores que representam mais de metade dos créditos abrangidos pelo plano de recuperação extrajudicial”, afirmou o juiz Jomar Juarez Amorim, em documento.

O acordo envolve as séries 6ª, 7ª, 8ª e 9ª de debêntures, que antes apresentavam um custo médio de CDI + 2,7% e prazo de pagamento de apenas 22 meses. Com a renegociação, esses valores foram otimizados: o custo agora é de CDI + 1,2%, enquanto o prazo de pagamento foi estendido para 72 meses.

Leia também: Casas Bahia (BHIA3) faz acordo de recuperação extrajudicial

📝 O que representa um fôlego financeiro significativo para a empresa, proporcionando uma economia estimada de R$ 4,3 bilhões em caixa até 2027, incluindo R$ 1,5 bilhão já em 2024.

Vale destacar que, como contrapartida pela renegociação, os principais bancos credores da Casas Bahia receberam o direito de converter 63% da dívida em ações da varejista.

📄 A empresa firmou um acordo que estabelece um período de carência de 24 meses para os pagamentos de juros e 30 meses para o pagamento do principal. Anteriormente, sem a renegociação, a empresa teria que desembolsar até 2027 um total de R$ 4,8 bilhões.

Agora, com as novas condições, a empresa só precisará arcar com R$ 500 milhões durante o mesmo período. Além disso, a Casas Bahia conta com o escritório Pinheiro Neto como seu assessor jurídico e a Lazard como seu assessor financeiro.

BHIA3

CASAS BAHIA
Cotação

R$ 5,78

Variação (12M)

-90,71 % Logo CASAS BAHIA

Margem Líquida

-9,30 %

DY

0%

P/L

0.21

P/VP

0.17