Petrobras (PETR4): Vendas recuam em 2023, mesmo com produção em alta

Vendas de diesel caíram 1,2% no ano, com aumento da mistura de biodiesel e venda da Refinaria de Manaus

Author
Publicado em 09/02/2024 às 21:24h - Atualizado 3 meses atrás Publicado em 09/02/2024 às 21:24h Atualizado 3 meses atrás por Marina Barbosa
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro (Shutterstock)
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro (Shutterstock)

A Petrobras (PETR4) vendeu 1,744 milhões de barris por dia em 2023. O resultado é 0,5% menor que o de 2023, mesmo com uma alta de 3,7% da produção de petróleo e gás. A companhia produziu 2,78 milhões de barris de óleo equivalente por dia em 2023, acima da meta de 2,1 milhões de barris.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (8) pela Petrobras, as vendas de diesel recuaram 1,2% em 2023, diante do aumento da mistura obrigatória de biodiesel ao diesel, de 10% para 12%, e da venda da Refinaria de Manaus. Ainda assim, o diesel respondeu por 42% das vendas totais da companhia no ano.

Leia também: Petrobras (PETR4) volta a atuar na África, em blocos de São Tomé e Príncipe

Já as vendas de gasolina, que representam outros 24% das vendas da Petrobras, subiram 2,7% no ano. De acordo com a companhia, esta alta foi a maior dos últimos seis anos e reflete, entre outras coisas, o ganho de participação do combustível em relação ao etanol hidratado em parte do ano.

A companhia ainda destacou o resultado das vendas do querosene de aviação, que subiram 6,1%, "principalmente devido à recuperação econômica pós pandemia". Veja os resultados por combustível:

  • Diesel: -1,2%;
  • Gasolina: 2,7%;
  • Querosene de aviação: 6,1%;
  • Nafta: -6,8%;
  • Óleo combustível: -2,9%;
  • GLP (Gás Liquefeito de Petróleo): -2,4%;
  • Outros: -3,4%.

No quarto trimestre de 2023, as vendas da petroleira recuaram 3,5% na comparação com o mesmo período de 2022 e 4,8% em relação ao trimestre anterior. Neste caso, a queda foi influenciada por fatores sazonais relacionados ao diesel e ao gás de cozinha e à vantagem do etanol perante a gasolina no mês.

Produção acima da meta

📈 A produção da Petrobras, por outro lado, subiu 3,7% no ano, para 2,78 milhões de barris por dia. No quarto trimestre, a alta foi de 10,9%, para 2,93 milhões de barris por dia.

De acordo com a petroleira, o resultado é fruto de recordes operacionais e da entrada em operação de quatro novas plataformas de petróleo. O pré-sal, por exemplo, bateu o recorde de produção própria de 2,17 milhões de barris de óleo equivalente por dia em 2023.

A companhia também elevou o fator de utilização total do parque do refino para 92% em 2023. Com isso, a produção total de derivados de petróleo subiu 2%, para 1,77 milhões de barris por dia.

"Esse crescimento garantiu a melhor alocação do óleo nacional e permitiu atender o mercado com os derivados produzidos no Brasil, reduzindo as importações", comentou a Petrobras.

PETR4

Petrobrás
Cotação

R$ 36,61

Variação (12M)

68,83 % Logo Petrobrás

Margem Líquida

22,45 %

DY

19.76%

P/L

4,34

P/VP

1,17