Petrobras (PETR4): Conselho aprova pagamento de 50% dos dividendos extraordinários

O pagamento dos proventos será realizado em duas parcelas, com início em maio.

Author
Publicado em 25/04/2024 às 14:54h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 25/04/2024 às 14:54h Atualizado 1 mês atrás por Elanny Vlaxio
(Shutterstock)
(Shutterstock)

O Conselho de Administração da Petrobras (PETR4) aprovou nesta quinta-feira (25) a distribuição de 50% dos R$ 43,9 bilhões de dividendos extraordinários da companhia. Com isso, a União, que possui a maioria das ações da petroleira, irá receber cerca de R$ 6 bilhões

💸 Na mesma ocasião, os acionistas também aprovaram as contas apresentadas pela petroleira em relação ao resultado de 2023, com lucro líquido de R$ 124,6 bilhões. Segundo a petroleira, a outra metade dos dividendos extras será retida em conta para distribuição futura. 

Detalhes sobre o pagamento:

  • 1ª parcela no valor de R$ 1,44747835 por ação preferencial e ordinária; sendo R$ 0,56890230 referente à aplicação da fórmula da Política de Remuneração aos Acionistas e R$ 0,87857605 referente aos dividendos extraordinários;
  • 2ª parcela no valor de R$ 1,44747836 por ação preferencial e ordinária; sendo R$ 0,56890230 referente à aplicação da fórmula da Política de Remuneração aos Acionistas e R$ 0,87857606 referente aos dividendos extraordinários.

Datas de corte: 

Segundo a Petrobras, os cortes de dividendos ocorrerão conforme descrito a seguir:

  • 25 de abril de 2024 para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3;
  • Record date será o dia 29 de abril de 2024 para os detentores de ADRs negociadas na New York Stock Exchange (NYSE).
  • As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 26 de abril de 2024.

Dividendos Extraordinários

Já em relação aos dividendos extraordinários, a data de corte será:

  • Dia 02 de maio de 2024 para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3;
  • Record date no dia 06 de maio de 2024 para os detentores de ADRs negociadas na  NYSE (New York Stock Exchange);
  • As ações serão negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 03 de maio de 2024.

Data de pagamento

Segundo o comunicado da companhia, para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 nas respectivas datas de corte, o pagamento será:

  • 20 de maio de 2024 (1ª parcela);
  • 20 de junho de 2024 (2ª parcela);
  • Detentores de ADRs, receberão os pagamentos a partir de 28 de maio de 2024 e 27 de junho de 2024, respectivamente.

Leia também: Petrobras (PETR4) assina acordo para parceria em gás natural com empresa argentina

Entenda o caso dos dividendos

Em 7 de março de 2024, o Conselho de Administração da Petrobras decidiu reter o pagamento de todos os dividendos extraordinários. A decisão, tomada após a divulgação dos resultados do quarto trimestre de 2023 da empresa, gerou polêmica entre acionistas, governo e especialistas.

🤑 A Petrobras anunciou R$ 14,2 bilhões em dividendos para o trimestre, dentro do modelo de pagamento mínimo da companhia. No entanto, a diretoria da empresa havia proposto o pagamento de metade dos dividendos extraordinários, o que foi vetado pelos representantes do governo no Conselho de Administração.

No entanto, a decisão fez com que o governo fosse criticado pelo mercado financeiro e acusado de suposta interferência na Petrobras.

Novos integrantes do Conselho 

Ainda nesta quinta, a companhia também irá eleger os novos integrantes do Conselho de Administração. Sendo os nomes indicados:

  • Pietro Abramo Sampaio Mendes: presidente do Conselho de Administração;
  • Jean Paul Prates: presidente da empresa (cargo que já exerce) e membro do Conselho de Administração;
  • Benjamin Alves Rabello Filho: membro do conselho;
  • Rafael Dubeux (atual secretário-executivo adjunto do Ministério da Fazenda): membro do conselho;
  • Bruno Moretti: membro do conselho;
  • Ivanyra Maura de Medeiros: membro do conselho;
  • Renato Campos Galuppo: conselheiro atual e indicado para novo mandato;
  • Vitor Saback: conselheiro atual e indicado para novo mandato.
  • Theles Kroth: indicado;
  • Aristóteles Nogueira: indicado.

PETR4

Petrobrás
Cotação

R$ 34,68

Variação (12M)

38,40 % Logo Petrobrás

Margem Líquida

22,45 %

DY

18.27%

P/L

4,11

P/VP

1,11