JP Morgan eleva recomendações para Vivara e mais duas varejistas

Para o banco, "mercado exagerou" em alguns movimentos das ações de varejistas

Author
Publicado em 04/10/2023 às 18:17h - Atualizado 6 meses atrás Publicado em 04/10/2023 às 18:17h Atualizado 6 meses atrás por Juliano Passaro
(Divulgação)

O JP Morgan informou, nesta quarta-feira (4), que elevou as recomendações para overweight (equivalente a compra) em relação a três varejistas da bolsa de valores de São Paulo (B3). São elas: Vivara (VIVA3), Arezzo (ARZZ3) e Renner (LREN3).

De acordo com o JP Morgan, alguns movimentos dessas ações pelo mercado "foram exagerados". A instituição aponta a Vivara como a melhor opção entre as três ações.

"A empresa [Vivara] vem imprimindo tendências distintas do restante do setor, com crescimento acelerado a partir de sua expansão na marca Life”, informou o JP Morgan em relatório.

O preço-alvo da Vivara saiu de R$ 26 para R$ 34. Dessa forma, o potencial de valorização da empresa é de 30% em relação ao fechamento do mercado na última terça-feira (3).

A recomendação da Arezzo pelo banco se deu por conta de que ela continua sendo uma das empresas "com melhor desempenho no setor”. Segundo o JP Morgan, o valuation foi a principal razão para o rebaixamento do papel em fevereiro deste ano.

Agora, o JP Morgan elevou o papel da Arezzo para overweight. O preço-alvo da ação passou para R$ 74. Dessa forma, o potencial de valorização é de 20% em relação ao preço do último fechamento.

Para fechar, o JP Morgan acredita que a Lojas Renner possui a melhor qualidade de lucros em relação aos seus pares. Além disso, a instituição vê a empresa como o nome "mais barato" em diferentes cenários. O banco colocou um preço-alvo de R$ 19 para os papéis da varejista de moda. Com isso, o potencial de valorização da ação é de 23,7% em relação ao fechamento da última terça (3).