Dona do Burger King quer operar Starbucks no Brasil, diz jornal

Controlada pelo Mubadala, Zamp (ZAMP3) estaria negociando a licença de operação da rede de cafés

Author
Publicado em 20/02/2024 às 17:02h - Atualizado 5 meses atrás Publicado em 20/02/2024 às 17:02h Atualizado 5 meses atrás por Marina Barbosa
Starbucks (Shutterstock)
Starbucks (Shutterstock)

Dona das redes de restaurantes Burger King e Popeyes no Brasil, a Zamp (ZAMP3) pretende expandir os negócios, adquirindo a licença de operação da Starbucks (SBUB34) no Brasil. A negociação foi antecipada pelo jornal "Valor Econômico".

De acordo com a publicação, a Zamp mantém conversas com a rede americana Starbucks desde dezembro de 2023 para obter o contrato de licenciamento da marca. Ao mesmo tempo, a companhia busca a venda da operação da Starbucks no Brasil que ainda está nas mãos da SouthRock Capital.

Leia também: Cacau show anuncia compra da Playcenter

Operadora da Starbucks, Subway e Eataly no Brasil, a SouthRock entrou com um pedido de recuperação judicial na Justiça de São Paulo em outubro de 2023. Afetada pela redução das vendas na pandemia de covid-19, a companhia reportou uma dívida de R$ 1,8 bilhão e tem fechado lojas da Starbucks no país.

Segundo o plano de recuperação judicial da SouthRock, a companhia fechou 55 lojas que apresentavam resultados negativos e fez uma reestruturação que atingiu 20% da equipe administrativa da marca ao longo de 2023. Contudo, ainda detém 135 lojas da Starbucks em operação no Brasil.

Zamp e Mubadala

A Zamp é controlada pelo fundo árabe Mubadala desde novembro de 2023. O fundo detém 39,57% das ações da companhia e propôs a sua retirada do Novo Mercado da B3 no fim de 2023.

🍔 Na ocasião, o Mubadala disse que a dona do Burger King e do Popeyes tem um alto potencial de crescimento, mas estava limitada às condições de financiamento impostas pelo Novo Mercado. Por isso, afirmou que a saída voluntária do Novo Mercado poderia contribuir com o crescimento de longo prazo da Zamp. 

Uma das possibilidades citadas à época pelo Mubadala era a combinação de negócios com empresas que possuem negócios sinérgicos com os da Zamp e que não integram o Novo Mercado.

Na última sexta-feira (16), no entanto, o Goldman Sachs rebaixou a recomendação para as ações da Zamp de neutra para venda por ver desafios para o crescimento e alta concorrência no negócio de hamburguer.

ZAMP3

ZAMP S.A
Cotação

R$ 3,33

Variação (12M)

-20,33 % Logo ZAMP S.A

Margem Líquida

-3,35 %

DY

0%

P/L

-6,87

P/VP

0.7