Zamp (ZAMP3): Mais três conselheiros renunciam

A dona do Burguer King no Brasil já havia recebido a renúncia de outros três membros do Conselho de Administração neste ano.

Author
Publicado em 27/03/2024 às 16:13h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 27/03/2024 às 16:13h Atualizado 2 meses atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

Dona do Burger King no Brasil, a Zamp (ZAMP3) comunicou a renúncia de três dos sete membros do seu Conselho de Administração. Com isso, já chegam a seis o número de renúncias registradas no board só neste ano de 2024.

🧑‍💼 De acordo com a Zamp, Iuri de Araújo Miranda, Henrique José Fernandes Luz e Lucas Cottini da Fonseca Passos renunciaram aos cargos de membros efetivo e independentes do Conselho de Administração na terça-feira (26).

Eles integravam o board há cerca de 11 meses e poderiam seguir no cargo até 2025. Contudo, deixarão o Conselho a partir da Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária da Zamp. A assembleia deve ocorrer em 26 de abril e eleger novos membros para o Conselho.

Leia também: Credor pede que Justiça negue pedido de recuperação judicial da Subway

Em comunicado ao mercado, a Zamp agradeceu pela dedicação dos conselheiros. Contudo, não apresentou o motivo da renúncia. Não é a primeira vez, no entanto, que a administração da companhia passa por mudanças neste ano.

Em 3 de janeiro, o então presidente do Conselho de Administração da Zamp, Marcos Grodetzky, e o conselheiro independente Ricardo Schenker Wajnberg já haviam deixado o board. Em 20 de fevereiro, Hugo Alberto Segre Junior também renunciou ao cargo de membro efetivo do Conselho. Além disso, Juliana Improta Cury Simon deixou o cargo de diretora vice-presidente de Marketing e Vendas em 8 de março.

Mubadala

🍔As renúncias ocorrem ao mesmo tempo em que o fundo árabe Mubadala ganha espaço na companhia.

No início do ano, o Mubadala detinha 39,57% das ações da Zamp e conseguiu aprovar a saída da empresa do Novo Mercado da B3, o segmento de mais alto padrão de governança da Bolsa brasileira. Foi neste dia que Grodetzky e Wajnberg renunciaram e o Mubadala acabou conquistando dois assentos no Conselho de Administração da Zamp.

Depois disso, o Mubalada ainda elevou a sua participação e passou a controlar 58,2% do capital social da companhia. Em carta publicada no dia seguinte à renúncia do conselheiro Segre Junior, o fundo árabe ressaltou que pretendia passar a atuar ativamente em suas assembleias gerais diante da nova posição acionária.

"O aumento de participação acionária e exposição econômica na Companhia se insere na estratégia de investimento dos adquirentes, executada ao longo dos últimos meses, com o objetivo de atuar ativamente junto à Companhia e contribuir no desenvolvimento e na execução de suas estratégias de crescimento de longo prazo", afirmou o Mubadala à época.

De acordo com dados do Investidor10, as ações da Zamp caíram cerca de 41% nos últimos três meses. Por volta das 15h55 desta quarta-feira (27), o papel caia 0,58% na B3 e era negociado a R$ 3,42. Na última segunda-feira (25), a Zamp anunciou a recompra de até 4,2 milhões de ações, pelo valor de R$ 6,50 por ação.

ZAMP3

ZAMP S.A
Cotação

R$ 3,25

Variação (12M)

-44,44 % Logo ZAMP S.A

Margem Líquida

-3,35 %

DY

0%

P/L

-6,71

P/VP

0.68