Bitcoin (BTC) ainda terá outros 29 halvings, veja quando é o próximo

O halving corta a emissão do Bitcoin pela metade, em média, a cada quatro anos.

Author
Publicado em 20/04/2024 às 10:45h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 20/04/2024 às 10:45h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

Principal evento do ano no mundo das criptomoedas, o halving do Bitcoin (BTC) enfim aconteceu e parece não ter decepcionado quem tanto esperava por isso: o Bitcoin já subiu cerca de 50% em 2024. Mas, se você não entrou nessa onda, não se preocupe. O Bitcoin ainda deve passar por outros 29 halvings e o próximo está previsto para 2028.

🪙 O halving reduz pela metade a recompensa que os mineradores recebem por cada bloco minerado de Bitcoin e, consequentemente, o número de Bitcoins que entram em circulação na rede. Com o halving deste ano, a recompensa caiu de 6,25 para 3,125 por bloco. Isso significa que 3,125 Bitcoins entrarão em circulação a cada 10 minutos a partir de agora, o equivalente a 450 por dia.

Leia também: Entenda o que é o halving do Bitcoin

Essa recompensa, contudo, continuará em queda, o que deve reduzir a oferta do Bitcoin e provocar novas altas no preço da criptomoeda. É que, ao criar o Bitcoin, Satoshi Nakamoto decidiu que só haveria 21 milhões de unidades do token. Por isso, ele também impôs limites à mineração do criptoativo. A ideia é que o número de Bitcoins que entram em circulação caia pela metade a cada 210 mil blocos minerados, por meio do halving.

O mercado calcula que o Bitcoin passará por um total de 33 halvings até que todas as 21 milhões de unidades da criptomoeda estejam no mercado e que a mineração chegue ao fim, o que está previsto para ocorrer em 2140. E o halving de 2024 foi apenas o quarto dessa série.

Quando será o próximo halving?

🗓️ As datas exatas dos próximos halvings ainda não são conhecidas, porque o evento depende do ritmo de mineração dos Bitcoins. Contudo, o halving costuma ocorrer de quatro em quatro anos. O primeiro foi em 2012, quatro anos depois de o criptoativo ser criado. O segundo ocorreu em 2016 e assim por diante. Por isso, o próximo deve ocorrer em 2028.

Veja quando ocorreram os primeiros halvings do Bitcoin:

  • 28 de novembro de 2012;
  • 9 de julho de 2016;
  • 11 de maio de 2020;
  • 19 de abril de 2024.

Veja também como os halvings afetaram o número de Bitcoins que entram em circulação por dia, até agora:

  • 2008 (criação do Bitcoin): 7.200;
  • 2012 (1º halving): 3.600;
  • 2016: 1.800;
  • 2020: 900;
  • 2024: 450.

Lógica deflacionária

O objetivo do halving é manter a escassez do Bitcoin, algo tido como fundamental para a valorização do criptoativo. A ideia é que a demanda pelo Bitcoin continuará subindo, enquanto o número de ativos que entram na rede diminui. O choque entre oferta e demanda tende, então, a elevar o preço do Bitcoin. 

É uma lógica deflacionária, diferente da lógica inflacionária das moedas comuns, que podem passar a valer menos com o passar do tempo por razões como o aumento da oferta. A lógica aplicada ao Bitcoin, portanto, é mais parecida com a de minerais como o ouro, que também têm um estoque minerável limitado.

BTC

Bitcoin
Cotação

$ 68.683,05

Valor em Reais

R$ 355,09 K

Capitalização

$ 1,35 Trilhão

Variação (12H)

157,03 % Logo Bitcoin

Variação (24H)

0,84% Logo Bitcoin