Ações da Gol (GOLL4) disparam depois de acordo com Azul (AZUL4)

Empresas anunciaram contrato de codeshare

Author
Publicado em 24/05/2024 às 13:26h - Atualizado 23 dias atrás Publicado em 24/05/2024 às 13:26h Atualizado 23 dias atrás por Wesley Santana
Latam, Gol e Azul são as três maiores companhias do país. Foto: Shutterstock
Latam, Gol e Azul são as três maiores companhias do país. Foto: Shutterstock

As ações da companhia aérea Gol (GOLL4) dispararam no pregão desta sexta-feira (24), segundo dados da bolsa de valores.

✈️ No começo da tarde, o ticker acumulava alta superior a 14%, cotado em R$ 1,40. Em título de comparação, no acumulado dos últimos seis meses, a empresa auferiu uma baixa de 80% em seus papeis.

A reação dos investidores aconteceu depois que a companhia anunciou um acordo de codeshare com a Azul (AZUL4), na noite de quinta (23). As duas empresas, antes concorrentes, agora vão compartilhar voos domésticos.

Por isso, as ações da Azul também avançam 7,5% na bolsa brasileira, cotadas em R$ 10,59. Gol e Azul, respectivamente, assumem as primeira e segunda colocação como as maiores alta do dia.

📜 Leia mais: Azul negocia fusão com Gol (GOLL4) via acionista

Além do compartilhamento de voos, o acordo entre as companhias prevê uma integração entre os programas de fidelidade Smiles e Tudo Azul. Desta forma, os passageiros poderão acumular milhas em ambos os sistemas.

"A GOL e a Azul sempre estiveram comprometidas em expandir o mercado de aviação brasileiro. Este acordo de codeshare vai proporcionar aos Clientes acesso a ainda mais opções para viajar pelo nosso país. A GOL já oferece mais de 60 acordos comerciais diferentes com muitas companhias aéreas parceiras globais e estamos ansiosos para expandir esse benefício dentro do Brasil também", disse Celso Ferrer, CEO da GOL.

Pré-fusão?

Ao passo em que a Gol tenta fazer uma reestruturação financeira, motivada pela sua recuperação judicial, o acordo de compartilhamento surge como um passo da Azul na tentativa de adquirir os ativos da Gol. Recentemente, o mercado viu a notícia de que a empresa estaria negociando uma fusão por meio de acionista.

A possível fusão, no entanto, ainda não é um negócio concreto, segundo os analistas. Mesmo que as empresas decidam fazer o M&A, ela ainda depende de aprovação de órgãos reguladores, como o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

AZUL4

AZUL
Cotação

R$ 9,12

Variação (12M)

-55,75 % Logo AZUL

Margem Líquida

-14,37 %

DY

0%

P/L

-4,28

P/VP

0.52