O mercado de fundos imobiliários oferece uma grande variedade de possibilidades aos interessados em um tipo de investimento que possui como principal característica, o pagamento de dividendos frequentes.

Muito indicado para aqueles que desejam formar uma fonte alternativa e passiva de renda, os fundos imobiliários se dividem em diferentes segmentos.

Devido a sua ampla divisão em diferentes tipos, os fundos imobiliários costumam gerar algumas dúvidas naqueles que ainda estão conhecendo e começando a investir nesse tipo de ativo.

No entanto, para que você que acompanha o Investidor10 não fique com dúvidas e possa investir de forma consciente, detalharemos neste conteúdo todos os tipos de fundos imobiliários disponíveis no mercado e suas principais características.

Veja o que você encontrará nesse conteúdo:

1.Fundos de Desenvolvimento Imobiliário

2.Fundos de Shoppings Centers 

3.Fundos de Lajes Corporativas

4.Fundos de Galpões

5.Fundos de Hotéis

6.Fundos Imobiliários de Escolas, Universidades e Hospitais

7.Fundos de Agências Bancárias

8.Fundos de Fundos

9.Fundos de Recebíveis imobiliários

1.Fundos de Desenvolvimento Imobiliário

Os fundos de desenvolvimento imobiliário estão entre aqueles que podem oferecer os melhores retornos para seus investidores. No entanto, como todo ativo que possui rentabilidade diferenciada, seus riscos costumam ser maiores.

Neste tipo de fundo, o valor aplicado pelos cotistas é utilizado para a aquisição de terrenos, incorporação e construção de imóveis residenciais e comerciais.

O objetivo desse tipo de fundo imobiliário consiste basicamente em construir, ou seja, desenvolver empreendimentos imobiliários e logo em seguida comercializá-los, transformando a receita obtida em lucro para os cotistas do fundo.

2.Fundos de Shoppings Centers

Fundos de Shoppings Centers
Fundos de Shoppings Centers – Foto: Freepik

Como o próprio nome sugere, os fundos de shopping centers são aqueles destinados à aquisição e locação de imóveis comerciais no interior de shoppings.

O conceito desse tipo de fundo imobiliário, é bem simples: A receita captada junto aos cotistas é utilizada para a aquisição de imóveis comerciais disponíveis em shoppings para sua posterior locação, visando a obtenção de receitas contínuas.

Vale destacar, que apesar de lucrativo, os fundos que investem em shoppings centers, dependem do aquecimento do varejo para entregar bons resultados aos seus cotistas.

Em períodos de queda nas vendas e fechamento de lojas em shoppings, é comum que a distribuição mensal de lucros desse tipo de fundo diminua significativamente.

3.Fundos de Lajes Corporativas

Por sua vez, os fundos de imóveis corporativos ou lajes corporativas possuem como objetivo o investimento em imóveis de alto padrão com boa localização e amplo espaço físico.

Esse tipo de fundo atua na aquisição de imóveis em prédios comerciais nas grandes cidades brasileiras, com o objetivo de oferecê-los via contratos de locação para grandes, médias empresas e órgãos do governo.

Assim como no fundo de shoppings centers, a receita obtida com o aluguel é distribuída sobre a forma de rendimentos mensais para os cotistas.

4.Fundos de Galpões

Fundos de Galpões
Fundos de Galpões – Foto: Freepik

Por sua vez, os fundos de galpões funcionam de forma semelhante aos fundos que investem em lajes corporativas, porém nesta modalidade os investidores adquirem cotas de galpões comerciais.

Em geral, os galpões são alugados para empresas que atuam no segmento logístico e industrial, sendo um tipo de fundo muito procurado pelos investidores em razão das suas características.

Os fundos de galpões são conhecidos por oferecer riscos menores que seus pares e rendimentos interessantes, quase sempre acima da inflação.

5.Fundos de Hotéis

Para aqueles que acreditam no potencial do turismo brasileiro, os fundos de hotéis podem ser a melhor opção.

Quem investe nesse tipo de fundo imobiliário deseja receber dividendos com base na exploração de hotéis e do próprio mercado hoteleiro em si. 

Semelhante aos fundos de investimento em shoppings centers, os fundos de hotéis, são conhecidos por sua possui maior volatilidade, uma vez que os seus rendimentos estão diretamente relacionados ao aquecimento do turismo brasileiro.

Em geral, os melhores fundos imobiliários deste segmento, contam com imóveis em regiões turísticas do país e que garantem alta taxa de ocupação durante todo o ano.

Em síntese, quanto maior a ocupação dos quartos de hotel que fazem parte do portfólio de um fundo deste tipo, maiores serão os retornos dos seus cotistas.

6.Fundos Imobiliários de Escolas, Universidades e Hospitais

Fundos Imobiliários de Escolas, Universidades e Hospitais
Fundos Imobiliários de Escolas, Universidades e Hospitais – Foto: Freepik

Dentre as diversas opções de fundos imobiliários presentes no mercado, destaca-se ainda os que investem em imóveis de grande porte, destinados a escolas, universidades e hospitais.

Semelhante aos fundos que investem em lajes corporativas, esses fundos costumam alugar seus imóveis a grandes instituições. 

No entanto, é importante destacar, que uma das mais importantes características deste tipo de fundo é o portfólio concentrado em poucos imóveis, fato que aumenta consideravelmente seus riscos.

Na maior parte dos casos, esse tipo de fundo tem a sua receita de aluguel, condicionada a receita do inquilino, fato que pode causar variações significativas nos rendimentos entre um mês e outro.

7.Fundos de Agências Bancárias

Os fundos que investem em agências bancárias estão entre os mais procurados do mercado. Seu objetivo consiste em disponibilizar imóveis para locação a bancos e instituições financeiras.

Vale destacar, que devido ao potencial econômico dos clientes presentes na carteira de fundos imobiliários desse setor, a sua inadimplência costuma ser muito baixa ou nula, fato que garante rendimentos praticamente constantes.

Os fundos de agências bancárias são formados por diversas agências alugadas, através de contratos de longa duração, com aluguel fixo e reajustado anual.

8.Fundos de Fundos

Fundos de Fundos
Fundos de Fundos – Foto Freepik

Diferentemente dos demais fundos imobiliários apresentados até aqui, os fundos dos fundos procuram investir seus recursos em outros fundos imobiliários e não diretamente em imóveis sob a sua responsabilidade.

Em geral, esse tipo de fundo possui ampla diversificação de ativos, sendo considerada uma opção de menor risco e muito indicada para investidores iniciantes nesse mercado.

No entanto, vale destacar, que devido a sua diversificação, a rentabilidade desse tipo de fundo pode variar significativamente entre um mês e outro.

9.Fundos de Recebíveis imobiliários

Por fim, temos os fundos de recebíveis imobiliários, que são muito semelhantes ao investimento em renda fixa. 

Nesta modalidade não se explora a receita de aluguéis. Os recursos dos fundos que investem em recebíveis imobiliários ou CRIs são destinados à construção e ao financiamento de empreendimentos imobiliários.

Em contrapartida, os fundos de recebíveis recebem uma parcela das receitas obtidas nas transações de venda dos imóveis.

Por fim, vale destacar, que esse tipo de fundo imobiliário costuma ser muito seguro, uma vez que na maioria dos casos, os próprios imóveis funcionam como uma espécie de garantia.

Estamos chegando ao final deste conteúdo. No entanto, agora que você já sabe tudo a respeito dos fundos imobiliários, aproveite a área de fundos imobiliários do Investidor 10 para explorar os principais fundos listados na Bolsa de Valores.

Antes de sair, conheça também a nossa página no Instagram!

Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui