Como declarar fundos imobiliários no Imposto de Renda?

Author
Publicado em 25/03/2024 às 22:52h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 25/03/2024 às 22:52h Atualizado 2 meses atrás por Redação
Como declarar fundos imobiliários no Imposto de Renda?
Como declarar fundos imobiliários no Imposto de Renda?

Como declarar fundos imobiliários no Imposto de Renda? Essa é uma dúvida muito comum entre aqueles que investem nesse tipo de ativo na hora de fazer o acerto de contas com o fisco. Sabendo disso, o time do Investidor 10 decidiu preparar um artigo completo e apresentar o passo a passo para que você declare corretamente suas operações com fundos imobiliários no Imposto de Renda.

Para saber mais e conferir todas as informações que separamos para você, confira esse conteúdo até o final.

Quem precisa declarar Imposto de renda?

De acordo com a Receita Federal, todos os contribuintes que atendem um dos requisitos da lista abaixo, estão obrigados a entregar a declaração de Imposto de Renda:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 30.639,90 no ano passado;
  • Receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 200 mil no ano passado;
  • Obtiveram em qualquer mês do ano anterior, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas cuja soma foi superior a R$ 40 mil, ou com apuração de ganhos líquidos sujeitas à incidência do imposto;
  • Receberam isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;
  • Recebeu no ano anterior, receita bruta em valor superior a R$ 153.199,50 em atividade rural;
  • Tinham até 31 de dezembro do ano anterior a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 800 mil;
  • Passaram para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro do ano anterior;
  • Optaram por declarar os bens, direitos e obrigações detidos pela entidade controlada, direta ou indireta, no exterior como se fossem detidos diretamente pela pessoa física;
  • Possuem trust no exterior;
  • Desejam atualizar bens no exterior.

Como declarar fundos imobiliários em carteira

Se você possuía fundos imobiliários em carteira no dia 31/12 do ano anterior, siga o passo a passo abaixo para informar isso ao fisco:

  1. Na ficha “Bens e Direitos”, selecione o grupo “07 – Fundos” e depois o código “03 – Fundos Imobiliários (FIIs)”;
  2. Informe o valor aplicado e no campo “Discriminação”, informe a instituição financeira administradora do fundo, CNPJ do fundo, código do fundo e quantidade de cotas;
  3. Em “Situação em 31/12/2022”, informe o valor presente da declaração do ano anterior;
  4. Em “Situação em 31/12/2023”, informe os valores correspondentes às cotas de fundos de investimento que você possuía na data em questão;

Como declarar dividendos de fundos imobiliários

Agora, se você recebeu dividendos pagos por fundos imobiliários no ano anterior, siga as orientações do passo a passo abaixo:

  1. Na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, utilize o código “99 – Outros”;
  2. Informe o valor dos dividendos de fundos imobiliários que você recebeu ao longo do ano anterior.

Como declarar ganhos de capital com fundos imobiliários

Por fim, se você vendeu cotas de fundos imobiliários no ano anterior, será preciso declarar esse tipo de operação da seguinte forma:

  1. Selecione a ficha “Renda Variável” e clicar em “Operações em FII”;
  2. Na coluna “Resultado líquido do mês”, informe o lucro ou prejuízo obtido em cada mês.
  3. Em “Imposto retido no mês”, informe o IR retido na fonte conforme seu informe de rendimentos.
  4. Em “Imposto Pago”, indique valores pagos via DARF a cada mês (se houver).

Diante disso, se você ainda possui alguma dúvida sobre a declaração de fundos imobiliários no Imposto de Renda, o melhor a se fazer para não cometer erros, é buscar o auxílio e orientação de um contador. Sem dúvida alguma, um profissional de contabilidade é a pessoa mais indicada para lhe auxiliar a fazer o seu acerto de contas com o fisco.

Conheça o Investidor 10

Para mais conteúdos sobre finanças e investimentos, conheça o Investidor 10. Aqui você tem acesso a uma série de conteúdos gratuitos, além de muita informação, rankings e indicadores sobre os principais ativos do mercado financeiro, incluindo:

  • Ações;
  • Stocks;
  • BDRs;
  • ETFs;
  • Fundos Imobiliários;
  • Criptomoedas.

Além disso, ao se tornar um assinante do Investidor 10 Pro você tem acesso a:

  • Carteiras recomendadas;
  • Gerenciador de carteiras;
  • Cursos completos;
  • Indicadores e dados para análises;
  • Gráficos variados;
  • Histórico de proventos;
  • Preço justo dos ativos;
  • Relatórios diversificados.

Para ter acesso a todas as soluções acima, reduzir os riscos ao investir e maximizar seus rendimentos como investidor, clique aqui e garanta sua assinatura! Por fim, antes de sair, caso ainda não siga, não se esqueça de seguir o Investidor 10 nas redes sociais e compartilhar nossos conteúdos.