Raia Drogasil (RADL3) registra lucro de R$ 268,4 milhões no 3T23

Valor representa uma alta de 33,1%, em relação ao mesmo trimestre de 2022

Author
Publicado em 01/11/2023 às 09:09h - Atualizado 5 meses atrás Publicado em 01/11/2023 às 09:09h Atualizado 5 meses atrás por Juliano Passaro
Fachada de unidade da farmácia Drogasil (Shutterstock)

A Raia Drogasil (RADL3) apresentou lucro líquido ajustado de R$ 268,4 milhões no terceiro trimestre de 2023. O resultado representa um avanço de 33,1% em relação ao mesmo trimestre de 2022. O balanço da companhia foi divulgado na noite da última terça-feira (31).

O lucro líquido da Raia Drogasil no exercício do 3T23, sem ajuste, foi de R$ 296,5 milhões, crescimento de 31,5% na comparação anual. 

Veja também: Eletrobras (ELETR3) vai estruturar venda de ações da Isa Cteep

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado ficou em R$ 658,1 milhões, no trimestre encerrado em setembro. O valor equivale a uma alta de 20,4% em relação ao mesmo intervalo de 2022.

A receita líquida de vendas e serviços da Drogasil somou R$ 8,675 bilhões, um crescimento de 15,8% em relação ao terceiro trimestre de 2022. 

Já a receita bruta de vendas no período foi de R$ 9,3 bilhões, uma alta de 16,3%. 

Entre os destaques da empresa em seu release de resultados, a Drogasil salientou a inauguração de 64 novas farmácias no terceiro trimestre e o encerramento de três unidades, fechando o trimestre com 2.868 unidades em operação.
"Ao final do período [3T23], um total de 26,5% das nossas farmácias ainda estavam em processo de maturação, não tendo atingido todo o potencial de receita e de rentabilidade. Reiteramos nosso guidance de 260 aberturas brutas por ano para o período de 2023 a 2025, totalizando 780 novas farmácias a serem abertas", informou a Drogasil.
A Raia Drogasil também destacou sua atuação e expansão no digital. "Continuamos avançando de forma acelerada na estratégia digital. Atingimos o marco de R$ 1.341,5 milhões de receita bruta dos canais digitais no 3T23, representando uma penetração no varejo de 15,7% e um crescimento de 51,4% sobre o mesmo período do ano anterior", informou a companhia.