Petrobras (PETR4): Tesouro Nacional deve receber R$ 6 bilhões em dividendos

Se ingressarem nos cofres do governo, os recursos contribuirão para compensar frustrações de receitas.

Author
Publicado em 21/04/2024 às 08:54h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 21/04/2024 às 08:54h Atualizado 1 mês atrás por Matheus Rodrigues

📈 O Tesouro Nacional espera arrecadar cerca de R$ 6 bilhões caso se concretize a distribuição de metade dos dividendos extraordinários da Petrobras (PETR4), uma injeção financeira que não estava prevista no orçamento deste ano.

Se ingressarem nos cofres do governo, os recursos contribuirão para compensar frustrações de receitas.

No entanto, o governo enfrenta obstáculos para avançar no Congresso com propostas que visam reduzir gastos tributários, como a extinção do Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) e a instituição da contribuição previdenciária sobre a folha salarial em 17 setores intensivos em mão de obra.

Na última sexta-feira (19), a Petrobras divulgou um fato relevante informando sobre discussões do Conselho de Administração da empresa acerca do possível impacto da distribuição do lucro remanescente do exercício de 2023 sobre o Plano Estratégico 2024-2028+.

Segundo o comunicado, uma das conclusões foi que uma eventual distribuição de até 50% do lucro líquido remanescente como dividendos extraordinários, após as alocações às reservas legais e o pagamento de dividendos ordinários, não comprometeria a sustentabilidade financeira da Companhia.

💲 Ademais, a possibilidade de distribuição dos 50% remanescentes como dividendos intermediários será avaliada pelo Conselho de Administração ao longo do exercício corrente.

PETR4

Petrobrás
Cotação

R$ 36,61

Variação (12M)

68,83 % Logo Petrobrás

Margem Líquida

22,45 %

DY

19.76%

P/L

4,34

P/VP

1,17