Natura (NTCO3) vai deslistar ADRs da Bolsa de Nova York

Companhia considera que manter a listagem não é mais atrativo, porque negociações se concentram no Brasil

Author
Publicado em 18/01/2024 às 20:28h - Atualizado 4 meses atrás Publicado em 18/01/2024 às 20:28h Atualizado 4 meses atrás por Marina Barbosa
Natura (Shutterstock)
Natura (Shutterstock)

A Natura (NTCO3) decidiu nesta quinta-feira (18) retirar as suas ADRs (American Depositary Receipts) da Nyse, a Bolsa de Valores de Nova York. A deslistagem deve ocorrer até 9 de fevereiro.

📉 Em fato relevante, a Natura informou que o seu Conselho de Administração aprovou a deslistagem voluntária das ADSs (American Depositary Shares), que são representadas por ADRs, da Nyse

Leia também: Kepler Weber (KEPL3) aprova programa de ADRs

A ADR é um recibo negociado negociado nos Estados Unidos, representando ações de empresas estrangeiras. No caso da Natura, cada ADR representa duas ações ordinárias, sem valor nominal, da companhia.

Natura diz que listagem não é mais atrativa

A Natura emitiu ADSs e listou os ativos na Nyse em janeiro de 2020, paralelamente à aquisição da Avon, cujas ações foram listadas e negociadas na Nyse. Agora, no entanto, a companhia não vê mais sentido em manter a listagem nos Estados Unidos.

🗣️ "A Companhia agora considera que manter uma listagem secundária na NYSE não é mais atrativo, considerando que as negociações estão concentradas majoritariamente nas ações ordinárias da Companhia na B3", afirmou.

De acordo com a Natura, "a deslistagem da NYSE está em linha com a estratégia de longo prazo da Companhia de simplificar suas operações".

A Natura informou ainda que a deslistagem deve ocorrer até 10 dias após a apresentação do formulário à SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos. A companhia espera que a Nyse suspenda a negociação das ADSs "em ou até 9 de fevereiro". 

NTCO3

NATURA
Cotação

R$ 14,80

Variação (12M)

-6,25 % Logo NATURA

Margem Líquida

10,55 %

DY

5.01%

P/L

7,63

P/VP

0.93