Moradores do RS terão prioridade na restituição do IR

A Receita Federal também prorrogou o prazo da declaração do Imposto de Renda para os afetados pelas chuvas.

Author
Publicado em 09/05/2024 às 17:03h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 09/05/2024 às 17:03h Atualizado 2 meses atrás por Marina Barbosa
Chuvas já deixaram mais de 100 mortos no Rio Grande do Sul (Agência Brasil)
Chuvas já deixaram mais de 100 mortos no Rio Grande do Sul (Agência Brasil)

Os moradores do Rio Grande do Sul terão prioridade na restituição do IR (Imposto de Renda). A medida foi anunciada nesta quinta-feira (9) pela Receita Federal como uma forma de ajudar os afetados pelas chuvas que devastaram o estado.

💲 De acordo com a Receita Federal, os contribuintes que moram nos municípios atingidos pelas enchentes vão receber a restituição em junho. O Fisco estima que a medida deve liberar cerca de R$ 1 bilhão para 1,6 milhão de contribuintes.

O órgão já havia prorrogado o prazo de entrega da declaração anual do Imposto de Renda para o dia 31 de agosto para os contribuintes que moram nos 336 municípios do Rio Grande do Sul afetados pelas chuvas.

Leia também: Saiba como e onde doar para as vítimas no Rio Grande do Sul

Restituição do IR

Para os demais contribuintes, o prazo para a declaração do Imposto de Renda acaba em 31 de maio deste ano. A restituição será paga em cinco lotes, entre maio e setembro. Veja as datas da restituição:

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 28 de junho;
  • 3º lote: 31 de julho;
  • 4º lote: 30 de agosto;
  • 5º lote: 30 de setembro.