Mercado de cannabis medicinal no Brasil cresce 202% no 1º tri de 2024

O número representa um aumento de 202% em comparação com o mesmo período de 2023.

Author
Publicado em 22/05/2024 às 09:36h - Atualizado 28 dias atrás Publicado em 22/05/2024 às 09:36h Atualizado 28 dias atrás por Matheus Rodrigues

🌿 O mercado de cannabis medicinal no Brasil registrou um crescimento expressivo no primeiro trimestre de 2024, alcançando um faturamento de R$ 163,7 milhões.

O número representa um aumento de 202% em comparação com os R$ 81 milhões movimentados no mesmo período de 2023.

Estes dados são provenientes de um relatório da Associação Brasileira da Indústria de Canabinoides (BRCann), destacado na coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

O termo "cannabis medicinal" refere-se ao uso de preparações da planta Cannabis sativa, como o canabidiol (CBD), para tratamentos aprovados.

Diferentemente da maconha usada recreativamente, os produtos de cannabis medicinal são regulados e prescritos para condições específicas, como a epilepsia e a dor crônica.

No que diz respeito às vendas em unidades, o primeiro trimestre de 2024 também viu um salto significativo, com 417,6 mil unidades vendidas nas farmácias, um aumento de 151% em relação às 194,1 mil unidades do primeiro trimestre de 2023.

Este aumento na quantidade de unidades vendidas, junto com o crescimento do valor total movimentado, indica uma expansão robusta na aceitação e no uso de cannabis medicinal no país.

Curiosamente, apesar do aumento substancial na quantidade e no valor total dos produtos vendidos, o ticket médio por tratamento apresentou uma queda de 7%, fixando-se em R$ 392.

💰 Este decréscimo pode indicar uma maior competitividade e acessibilidade dos produtos de cannabis medicinal no mercado, tornando-os mais acessíveis para um número maior de pacientes.

Este crescimento no setor de cannabis medicinal reflete uma tendência global de reconhecimento das propriedades terapêuticas da planta, assim como a evolução na regulamentação que facilita seu acesso para fins médicos.

Com a contínua expansão do mercado e a crescente aceitação entre os profissionais de saúde e pacientes, espera-se que a cannabis medicinal continue a desempenhar um papel significativo na indústria farmacêutica brasileira.