Exportações aceleram e balança comercial registra superávit de US$ 5,4 bi em fevereiro

Saldo de exportações superou o de importações, segundo governo federal

Author
Publicado em 06/03/2024 às 17:06h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 06/03/2024 às 17:06h Atualizado 2 meses atrás por Wesley Santana
Exportações para Ásia cresceram no período. Foto: Shutterstock
Exportações para Ásia cresceram no período. Foto: Shutterstock

Os dados da balança comercial brasileira, divulgados nesta quarta-feira (6), mostram um superávit de US$ 5,4 milhões em fevereiro.

🚢 O número foi divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e se refere à diferença entre o total de importações e exportações feitas pelo país no acumulado do mês. Neste caso, o Brasil vendeu mais do que comprou do exterior no período.

Segundo o órgão do governo federal, este número representa o maior saldo para fevereiro desde 1996 e uma alta de 111% em relação ao resultado de janeiro.

🚗 Leia também: Dona de Fiat e Jeep, Stellantis vai investir R$ 30 bilhões no Brasil

O número de exportações cresceu mais de 16% em fevereiro, enquanto as importações subiram 2,4%. A indústria extrativa (63,9%), a agropecuária (11,5%) e a indústria de transformação (5%) foram os maiores beneficiados pelo movimento de aceleração.

A pasta também destacou que os países asiáticos foram os principais compradores do Brasil, com destaque para China, Hong Kong e Macau. Por outro lado, houve uma diminuicao de US$ 400 milhões nas negociações feitas com a União Europeia.

Argentina em queda

O Brasil viu um dos seus principais parceiros comerciais diminuir as compras. Nos dois primeiros meses do ano, a Argentina diminuiu em 22% os embarques feitos do Brasil, somando uma baixa de US$ 3,2 bilhões, ainda segundo a balança comercial.

🇦🇷 O país vizinho está atravessando uma forte crise econômica, com uma inflação acumulada de 254% nos últimos 12 meses. O índice de pobreza chegou ao seu maior valor em 20 anos, alcançando 57,4% da população, de acordo com o Observatório Social da Universidade Católica.