Cemig (CMIG4): Analistas esperam mais dividendos após acordo com a Vale

A Cemig vendeu a totalidade da sua fatia de 45% na Aliança Energia para a Vale, por R$ 2,7 bilhões.

Author
Publicado em 28/03/2024 às 16:20h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 28/03/2024 às 16:20h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

A Cemig (CMIG4) deve receber R$ 2,7 bilhões pela venda de sua fatia de 45% na Aliança Energia, segundo acordo assinado com a Vale (VALE3). E, com isso, pode elevar a remuneração aos acionistas, segundo analistas.

💰 O acordo para a venda da totalidade da sua participação na Aliança Energia para a Vale foi anunciado na quarta-feira (27) e ainda garante à Cemig 45% dos valores das indenizações futuras que a Aliança Energia possa receber por causa do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG).

De acordo com a XP (XPBR31), o desinvestimento já estava nos planos da Cemig e não surpreende, mas o valor do negócio sim.

"O valor obtido, porém, parece positivo para a Cemig e poderá potencializar o pagamento de dividendos nos próximos períodos", disse a XP, em relatório. E seguiu: "Dado o balanço desalavancado da Cemig, não descartamos que a companhia distribua mais dividendos do que sua política".

O BTG Pactual (BPAC11) explicou que "o consenso atribuiu à Aliança um valor muito inferior, implicando uma forte criação de valor a partir do negócio". O banco, por exemplo, projetava um valor patrimonial de R$ 2,3 bilhões pela participação da Cemig na companhia.

📈 Por isso, o BTG elevou a projeção de dividend yield da Cemig de 9,1% para 11% em 2024, assumindo um payout de 50%. O dividend yeld indica o rendimento obtido por uma ação através dos proventos distribuídos pela companhia nos últimos 12 meses e atualmente é de 10,11% no caso da Cemig, segundo dados do Investidor10.

Já o payout mede quanto do lucro líquido da empresa foi distribuído aos acionistas em forma de proventos. Em 2023, a Cemig teve um lucro líquido ajustado de R$ 5,36 bilhões e distribuiu R$ 3,1 bilhões em proventos, segundo balanço publicado na última sexta-feira (22).

Leia também: Cosan (CSAN3) quase que triplica lucro no 4T23

Acordo com a Vale

A Cemig fechou um acordo para vender a totalidade da sua fatia de 45% na Aliança Energia para a Vale. A mineradora pagará R$ 2,7 bilhões pelo negócio e, com isso, será dona da totalidade da Aliança Energia, caso o acordo seja aprovado pelos acionistas da Cemig e pelos órgãos reguladores.

A Aliança Energia é uma geradora privada de energia elétrica, criada pela Vale e pela Cemig em 2015, com 1.438 MW em capacidade instalada e 755 MW médios de garantia física. A companhia detém sete usinas hidrelétricas no estado de Minas Gerais, dois complexos eólicos no estado do Rio Grande do Norte e um complexo eólico em fase final de implantação no estado do Ceará.

CMIG4

CEMIG
Cotação

R$ 10,38

Variação (12M)

24,55 % Logo CEMIG

Margem Líquida

14,81 %

DY

13.51%

P/L

5,38

P/VP

1,17