BNDES lança linha de crédito para o agronegócio

Iniciativa promete viabilizar empréstimos de até R$ 20 milhões a micro, pequenos e médios produtores rurais.

Author
Publicado em 28/04/2024 às 20:07h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 28/04/2024 às 20:07h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) lançou uma nova linha de crédito para o agronegócio neste domingo (28). Com isso, o crédito do banco para o setor pode chegar a R$ 10 bilhões neste ano.

💰 Chamada de CPR BNDES, a nova linha de crédito promete viabilizar empréstimos de até R$ 20 milhões a cada 12 meses para micros, pequenos e médios produtores rurais, com faturamento de até R$ 300 milhões por ano.

Cooperativas de produtores rurais e empresas que exercem a atividade de comercialização, beneficiamento ou industrialização de produtos, insumos, máquinas e implementos agrícolas, pecuários, florestais, aquícolas e extrativos também podem tomar o crédito, desde que sigam o limite de faturamento.

Leia também: Banco do Brasil (BBAS3): Diretores terão reajuste de 4,62%

O financiamento se dará por meio da emissão de CPR-F (Cédulas de Produto Rural Financeira) ou CDCA (Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio) lastreados em direitos creditórios do agronegócio, por meio de instituição financeira credenciada pelo BNDES.

🏦 O prazo de pagamento será de até 60 meses, com carência de até 24 meses. A taxa de juros final vai considerar a remuneração de até 1,3% do BNDES, a remuneração de até 4,3% do agente financeiro e um referencial de custo financeiro como a taxa Selic.

Segundo o BNDES, o crédito pode ser usado para custeio, investimento, armazenagem, capital de giro e também para o alongamento de dívidas já existentes, desde que em atividades agroindustriais.

Agrishow

A linha de crédito foi lançada na Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação Município), a principal feira do setor.

A Agrishow recebeu representantes do governo federal em Ribeirão Preto (SP), como o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), neste domingo (28). O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) também esteve na cidade, em carreata realizada antes da feira.

De acordo com o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, a linha de crédito do BNDES é uma medida complementar à repactuação de dívidas do setor, autorizada pelo governo federal.

“É um pedido do presidente Lula, para que todos os produtores que tiveram dificuldade possam prorrogar os seus investimentos. E, agora, temos essa nova linha de crédito, para que possam se recapitalizar ou até mesmo pagar alguma dívida privada", afirmou Fávaro, durante a Agrishow.