Sequoia (SEQL3) propõe grupamento de ações, na proporção de 20 para 1

Proposta será levada para deliberação dos acionistas, na assembleia geral prevista para 29 de abril.

Author
Publicado em 01/04/2024 às 19:27h - Atualizado 14 dias atrás Publicado em 01/04/2024 às 19:27h Atualizado 14 dias atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)

A Sequoia (SEQL3) propôs o grupamento da totalidade das suas ações, na proporção de 20 para 1. O objetivo é enquadrar os papeis em um valor superior a R$ 1, como determina a B3.

📉 A proposta de grupamento das ações foi aprovada pelo Conselho de Administração da Sequoia na última quinta-feira (28) e será incluída na pauta da Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária do dia 29 de abril.

Se aprovado pelos acionistas da Sequoia, o grupamento ocorrerá depois de 30 dias, sem alterar o capital social da companhia, nem a participação proporcional dos seus acionistas.

Leia também: Banco Alfa (BRIV3) deixará de ter ações negociadas na B3

O prazo de 30 dias é para que os acionistas da companhia a sua posição, por meio da negociação de ações.

O grupamento será realizado na proporção de 20:1, de forma que cada lote de 20 ações ordinárias será agrupado em 1 única ação ordinária. Caso haja frações de ações depois do grupamento, a Sequoia vai leiloar as ações e ratear o resultado do leilão entre os titulares das frações.

Penny stock

🪙 As ações da Sequoia são negociadas por menos de R$ 1 desde o dia 14 de agosto de 2023. Nem o salto de 107,89% registrado em 2 de janeiro de 2024, quando a companhia anunciou a fusão com o Grupo Move3, fez a companhia sair do grupo das penny stocks (ações que valem centavos).  Nesta segunda-feira (1º), por exemplo, os papeis fecharam cotados a R$ 0,40.

A B3, no entanto, impõe limite às chamadas penny stocks, por entender que essas ações apresentam alta volatilidade. Por isso, em setembro de 2023, notificou a Sequoia e deu um prazo para que a companhia tomasse as medidas cabíveis para enquadrar suas ações em um valor acima de R$ 1. 

O prazo acabaria no próximo dia 27 de março, mas a Sequoia solicitou a prorrogação desse período e teve o pedido aceito pela B3. O prazo foi prorrogado até a Assembleia Geral Ordinária de 2024, prevista para ocorrer em 29 de abril.

SEQL3

SEQUOIA
Cotação

0.28

Variação (12M)

-84,36 % Logo SEQUOIA

Margem Líquida

-110,40 %

DY

0%

P/L

0.13

P/VP

0.93