Lucro líquido da Suzano (SUZB3) despenca 39% no 4º tri

O resultado passou de R$ 7,4 bilhões para R$ 4,5 bilhões

Author
Publicado em 29/02/2024 às 21:21h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 29/02/2024 às 21:21h Atualizado 2 meses atrás por Jennifer Neves
Suzano (SUZB3) - Shutterstock
Suzano (SUZB3) - Shutterstock

No último trimestre de 2023, a Suzano (SUZB3) viu o lucro líquido despencar 39% em comparação com o mesmo período de 2022, caindo de R$ 7,4 bilhões para R$ 4,5 bilhões.

No entanto, o resultado superou as expectativas do consenso LSEG, que estimava R$ 2,8 bilhões. A empresa conseguiu ainda, reverter o prejuízo de R$ 729 milhões do terceiro trimestre do ano passado.

O desempenho foi em grande parte afetado pela redução no resultado operacional, decorrente da queda na receita líquida, embora tenha sido parcialmente compensado pela diminuição das despesas de imposto de renda e contribuição social sobre o lucro líquido, além de um aumento na receita financeira.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado atingiu R$ 4,51 bilhões, representando uma queda anual de 45%, resultando em uma redução da margem Ebitda ajustada de 13 pontos percentuais, totalizando 43%.

Veja mais: CEO da Rumo assumirá liderança da Suzano, no lugar de Walter Schalka

A receita líquida do quarto trimestre de 2023 totalizou R$ 10,3 bilhões, queda de 28% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Segundo a Suzano, essa queda é principalmente atribuída ao menor preço médio líquido da celulose em dólar (-31%), ao menor preço médio líquido do papel em dólar no mercado externo (-35%) e à desvalorização do dólar médio em relação ao real médio (-6%).

As despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 615 milhões no quarto trimestre de 2023, mantendo-se praticamente estáveis em comparação com o mesmo período de 2022.

SUZB3

SUZANO
Cotação

R$ 48,94

Variação (12M)

9,97 % Logo SUZANO

Margem Líquida

23,90 %

DY

2.38%

P/L

7,04

P/VP

1,43