Conhecendo o indicador

Hoje nosso assunto é um indicador fundamentalista muito interessante que vai auxiliar você investidor na hora da precificação de uma ação, ou seja, na hora de comprar e vender, o P/EBIT.

P/EBIT
Sabe como utilizar o P/EBIT a seu favor? – Foto: Freepik

Antes de tudo saiba que indicador faz parte da análise fundamentalista. Uma das estratégias mais utilizadas durante a tomada de decisão de compra de uma ação. Se vale a pena, quando comprar e qual seria um valor justo a se pagar são exemplos do uso dessa estratégia.

Para isso utilizamos algumas variáveis/indicadores, os quais você pode encontrar aqui no Investidor10 como P/L, PSR e P/VP.  Esses indicadores não devem ser usados isoladamente, por isso é importante que você fique atento a todos eles.

Mas o que significa P/EBIT?

EBIT significa Earning Before Interest and Taxes, ou em bom português, os lucros antes dos impostos e juros. Nesse caso o indicador tratado aqui aponta a relação entre o preço de determinada ação e o EBIT da empresa.

O interessante desse indicador fundamentalista é eliminar lucros que foram gerados fora das atividades principais de uma empresa, trazendo mais precisão na hora de comprar uma ação.

Como é feito o cálculo do indicador

Para fins de informação (já que o valor é dado pela empresa) o cálculo do EBIT ocorre da seguinte maneira:

Primeiro precisamos do lucro operacional, que seria a receita líquida subtraindo custos, despesas operacionais e financeiras.

A partir daí temos o lucro operacional somado aos juros e tributos = EBIT

O EBIT da JBSS3 dos últimos 12 meses é de: R$11.4 bi

Agora, precisamos dividir o EBIT pelo número de ações para definir seu valor por ação.

Temos: 11.4 bi dividido por 2.7bi (número de ações JBSS3) = 4.18 (EBIT por ação).

Por fim dividimos o preço da ação (R$ 20.76) pelo EBIT por ação (4.18) = 4.97.

Quando e como utilizar o P/EBIT

O P/EBIT auxilia o investidor a comparar valores de ações entre empresas do mesmo setor podendo definir qual ação está mais “barato” ou mais “cara”. Os ganhos demonstrados pelo EBIT trazem uma clareza maior do que em outros indicadores em relação ao lucro real.

Se a JBS, por exemplo, vendesse equipamentos de alto valor agregando gerando um faturamento extra, isso não iria interferir no cálculo. Nesse caso a análise é mais assertiva.

Quando se tem um valor relativo menor em uma analise (dentro do mesmo setor) é um bom sinal para comprar aquela ação. Agora se for maior, o ideal é vender, pois quando o valor esta a cima da analise, o preço da ação é superior ao lucro e sua tendência é cair.

Quais os cuidados a se tomar ao usar o indicador

Um grande risco que podemos apontar ao usar o P/EBIT é comparar empresas de setores diferentes. Não se teria uma análise assertiva comparando o setor de alimentos com o energético por exemplo.

Outro risco é utilizar o preço sobre EBIT buscando ver uma projeção do futuro, sabendo que ele é calculado com dados do passado da empresa.

Por fim, como em todo indicador, o uso isolado pode trazer informações insuficientes para a compra de uma ação.

Se você entendeu como funcionar esse indicador e quer conhecer mais sobre investimento, leia nossos conteúdos e fique a vontade para tirar suas dúvidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui