Ouviu falar no indicador preço sobre valor patrimonial?

Já tratamos aqui sobre o indicador P/L e como ele mostra o quanto você paga para ter um real de lucro em uma ação. Mas nesse artigo vamos trazer um outro indicador fundamentalista e conservador muito utilizado para análise no mercado de ações, o P/VP ou preço sobre valor patrimonial.

Preço sobre valor patrimonial
Calculando o preço sobre valor patrimonial. – Foto: Freepik

O preço sobre valor patrimonial apresenta o valor pago pelo investidor por um real em ativos da empresa. Quanto o mercado de forma geral estaria disposto a pagar pelo patrimônio líquido de uma determinada empresa.

Ele pode apontar o quanto a empresa tem potencial ditado pelo mercado, que está disposto a pagar mais pela ação, como também a atratividade ou risco, pois o preço das ações estaria mais barato em relação ao seu patrimônio.

Antes de tudo vamos definir o que é patrimônio liquido

Basicamente, patrimônio liquido é a diferenças entre os ativos e passivos. Depois de quitar todas as contas e obrigações o que fica é a “riqueza” da empresa, seu patrimônio líquido. Com ele você pode fazer um diagnóstico da saúde da empresa. É essencial saber sobre PL (patrimônio líquido), pois será utilizado para calcular o preço sobre valor patrimonial.

Como é calculado o P/VP (preço sobre valor patrimonial)

A formula é bem simples: pegamos o preço da ação divido pelo valor patrimonial da empresa, sabendo que o VP seria o patrimônio líquido dividido pelo número de ações emitidas.

Vamos a um exemplo de cálculo utilizando a PETR3 (Petrobrás):

Preço da PETR3: R$ 24.06

Patrimônio Líquido: R$ 295.5 bi

Número de ações emitidas: 13 bi

O cálculo do VP seria: 295.5 bi / 13 bi = 22.73

P/VP: 24.06 dividido por 22.73 = 1.06

Esse é o preço sobre o valor da PETR3.

Mas o que esse valor representa para o investidor?

Vamos definir alguns parâmetros para facilitar a análise. O resultado próximo de 1 significa que o valor da ação é equivalente ao valor patrimonial, nesse caso o risco é baixo, mas em um primeiro momento, o investimento não é atrativo.

Lembrando que o indicador, assim como outros, não deve ser usado como única forma de analise pois pode não representar a real situação da empresa.

Quando temos um resultado no P/VP menor que 1, por exemplo 0.5, o valor da ação é metade do patrimônio líquido da empresa, ou seja, estão relativamente “baratas”. Mas isso pode significar que existe algum problema que o indicador não nos apresenta.

Acima de 1 temos uma ação com valor acima do VP da empresa, o que pode tanto significar alto valor e baixa atratividade como também confiança do mercado em relação a empresa.

Qual a melhor forma para se utilizar o preço sobre valor patrimonial?

O principal aqui é saber quando o valor de uma ação está supervalorizado ou subvalorizado. Isso pode significar que é hora de comprar e ter bons resultados ou que é preciso agir com cautela.

Além disso o preço sobre o valor patrimonial mostra quanto o mercado está disposto a pagar pelo PL de uma empresa. Essa consideração é importante pois representa mais segurança e confiança do mercado em relação as ações.

É um indicador interessante, mas que não deve ser utilizado isoladamente. Se você é um investidor iniciante pode ser tentado a usar unicamente o preço sobre valor patrimonial para tomar decisões. Não faço isso sem antes analisar outros critérios.

Que saber mais sobre investimentos? Ficou curioso a respeito de outros indicadores? Continue navegando pela Investidor10 veja nossos conteúdos e encontre dicas infalíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui