O que é YoY? Entenda mais sobre o Year over Year

Author
Publicado em 11/08/2023 às 15:26h - Atualizado 10 meses atrás Publicado em 11/08/2023 às 15:26h Atualizado 10 meses atrás por Redação
YoY
YoY

Você já ouviu falar no termo YoY (Year Over Year)? Sendo este um termo amplamente utilizado no mercado financeiro, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre o YoY (Year Over Year).

Conceito do YoY

YoY 2

O termo YoY costuma ser usado para avaliar e comparar o desempenho de uma empresa. Então, para quem utiliza de indicadores fundamentalistas para analisar empresas listadas na bolsa, que é a realidade de muitos dos nossos leitores, saber analisar o Year over Year pode ser muito útil. Além de servir para analisar empresas, ele também pode ajudar a analisar setores ou diversos outros tipos de indicadores econômicos. De tal forma, essa métrica é considerada essencial para analisar o crescimento (ou não). Com isso, a grande base deste indicador é a comparação. Seja a comparação de dados financeiros ou a comparação de negócios. Mais para frente, nós lhe explicaremos melhor sobre a questão de como calcular o YoY. Mas, só para que você tenha uma noção, o cálculo do YoY é bastante simples. Como bem destacamos antes, por usar um fator de comparação, ele precisa ter dois dados a serem comparados. Como um exemplo, vamos imaginar que você deseja comparar a lucratividade de uma empresa listada em bolsa, ano após ano (year over year).

Year Over Year

Logo, há uma fórmula que lhe mostraremos no próximo tópico e que pode realizar essa conta. Contudo, nós já podemos adiantar que a base do cálculo é feita através de um comparativo dos resultados. Além disso, o YoY também é útil para identificar padrões sazonais. Principalmente para setores com grande sazonalidade, como varejo e turismo vemos que usar o YoY para analisar e metrificar as flutuações previsíveis em determinados períodos do ano pode ser bastante útil. Com ela, pode-se notar se a variação que está acontecendo naquele ano é esperada ou foi maior ou menor do que ocorreu no ano anterior, por exemplo... Contudo, é essencial considerar o contexto ao interpretar dados YoY. Como todo indicador fundamentalista, como vários outros que já comentamos aqui no Investidor10, ele não pode ser usado isoladamente. Fatores externos, como mudanças econômicas ou eventos extraordinários, podem distorcer a análise. Portanto, é sempre aconselhável que você use o YoY como parte de uma análise mais ampla. No caso, usando ele e outros indicadores fundamentalistas para ter uma noção de como está aquela determinada empresa.

Como calcular o YoY?

Agora que você já entendeu muito bem o conceito do YoY, é interessante lhe mostrarmos como calcular ele. De modo que comentamos antes, este é um dos indicadores mais intuitivos e fáceis de serem calculados... Sendo assim, consideramos que existem três principais etapas para que você consiga calcular o YoY da forma certa. São elas:

Etapa 1: Escolher o Indicador a ser Analisado

Primeiramente, ao pensar em aplicar o YoY, é importante que você tenha em mente o indicador que será analisado. Mais a frente, nós lhe mostraremos três indicadores que você pode analisar usando o Year Over Year. Mas, apenas para quesito de exemplificação, vamos imaginar que você está analisando uma empresa de varejo listada em bolsa. De tal forma, como investidor, você quer ter uma noção do quanto a lucratividade daquela empresa evoluiu (e se evoluiu) em um período X. Entendendo o indicador que você deseja analisar, também é crucial que você saiba o espaço de tempo. O ideal, para quem ainda não sabe calcular o YoY, é começar com um espaço de tempo curto. Como de 1 ano, por exemplo. Sendo assim, após definir o indicador e o tempo que será analisado, vamos para a etapa dois.

Etapa 2: Obter os Dados a serem Comparados

Na segunda etapa, precisamos obter os dados para utilizar no cálculo. Lembrando que esses dados irão depender diretamente do indicador que você escolheu. Aqui, como bem comentamos antes, estamos utilizando a questão do Lucro para ser analisado. Sendo assim, o ideal seria pegarmos o quanto a empresa Lucrou no ano 1 e quanto lucrou no ano 2. Como exemplo, vamos pegar o lucro de uma empresa no ano de 2020 e 2021, para vermos como foi a evolução da lucratividade, comparando o primeiro ano com o segundo. Para obter esses dados e conseguir calcular o Year Over Year, você pode buscar pela empresa aqui mesmo no Investidor10. Na aba da empresa escolhida, você pode procurar pela informação que precisa para realizar o cálculo. Nesse nosso exemplo, onde estamos buscando pela questão da lucratividade, basta vermos o quanto a empresa lucrou em 2020 e 2021. É importante que você deixe anotado essas informações, elas serão úteis mais a frente. Com as informações em mãos, podemos ir para a próxima etapa.

Etapa 3: Aplicar a Fórmula e Analisar os Resultados

Na terceira e última etapa, precisamos aplicar a fórmula do Year Over Year e ver os resultados. De forma muito simples, a fórmula utilizada para calcular este indicador é: Valor Atual - Valor do Período do Ano Anterior / Valor do Período do Ano Anterior *100 Ficou difícil de entender? Não se preocupe, é muito mais simples do que parece. Para facilitar o entendimento, vamos supor que a empresa X que estamos analisando faturou R$1.200.000,00 (1 milhão e 200 mil) no ano de 2020. Já no ano de 2021, ela faturou R$2.100.000,00 (dois milhões e cem mil). Com isso, estamos querendo saber quanto foi esse aumento na lucratividade.

Passo a Passo da Fórmula

Logo, o que podemos fazer é aplicar isso na fórmula. Que ficaria mais ou menos assim: 2.100.000,00 - 1.200.000,00 / 1.200.000,00 * 100 Após realizar a subtração, a fórmula ficaria da seguinte maneira: 900.000 / 1.200.000,00 *100 Realizando a divisão entre os novecentos mil e os 1.2 milhões, a fórmula ficaria de tal modo: 0,75 * 100. Agora, basta realizar a multiplicação e saberemos quanto foi que a lucratividade aumentou, em termos percentuais. No caso, o resultado seria: 75% Seguindo a fórmula e calculando com calma, realmente percebemos que o cálculo do Year Over Year é muito prático e fácil de fazer. Além disso, ele consegue nos trazer uma noção muito clara do progresso ou retrocesso de um determinado indicador. Com base nisso tudo, agora que você já tem uma noção clara de como calcular este indicador, vamos mostrar onde você pode utilizá-lo.

Onde podemos utilizar o indicador de Year over Year

Após passarmos pelos pontos mais complexos envolvendo o YoY, no caso, a questão do cálculo que devemos fazer para encontrar o YoY e o conceito deste indicador, é interessante que você entenda bem onde podemos utilizar este indicador. De forma prática, considerando que podemos usar este indicador em qualquer investimento que vamos fazer. Desde que haja a possibilidade de fazermos um efeito comparação. Mas, no dia a dia, nós vemos que o maior uso para o Indicador Year Over Year está no mercado financeiro. Principalmente quando você é um investidor que faz a própria análise dos ativos que irá investir ou não. Nesse caso, quando você mesmo faz as análises das empresas para ver se elas cabem ou não na sua carteira, vemos que o indicador Year Over Year pode ser muito bem utilizado. Como mostraremos no ponto a seguir, existem alguns indicadores fundamentalistas que, junto ao YoY, acabam sendo ótimas opções para a vossa análise. Além de ser amplamente utilizado para quem investe na bolsa de valores, o YoY também é útil para gestores de empresas. No momento em que você deseja fazer uma análise de um determinado indicador, levando em consideração o 'ano após ano', o YoY passar a ser muito útil. Ele tanto é utilizado para saber se um determinado indicador está evoluindo positivamente, quanto negativamente. Sendo um sinal de análise que com certeza acaba ajudando muito na hora de tomar uma decisão referente a um negócio. Portanto, agora, para lhe ajudar a começar a utilizar o YoY em suas análises de investimentos, vamos mostrar alguns indicadores fundamentalistas que, quando analisados juntos ao Year Over Year, podem gerar ótimos dados para análise.

Quais são os principais indicadores que podemos utilizar junto ao YoY?

Como bem destacamos anteriormente, existem vários indicadores fundamentalistas que podem ser úteis para quem está pensando em investir em um determinado ativo. Logo, agora, destacaremos três indicadores que você pode usar junto ao YoY para chegar em uma análise mais aprofundada daquela empresa que está sendo analisada. Portanto, os indicadores que sugerimos que você mensure junto ao YoY são:

Dividend Yield

Começando pelo Dividend Yield, vemos que esse é um indicador considerado como um 'queridinho', daqueles investidores que compram ativos para o longo prazo, com foco em dividendos. Os chamados 'holders'. Se você compra ativos com o objetivo de receber dividendos e mantê-los em sua carteira para o longo prazo, com certeza você costuma olhar para o Dividend Yield. Este é um indicador que mostra o quanto a empresa distribui de dividendos. Com base nisso, muitas pessoas acabam utilizando o Dividend Yield como base para ver se irão comprar ou não uma empresa. Contudo, uma das formas de melhor avaliar o Dividend Yield de um negócio é através do YoY. Levando em conta o Year Over Year do Dividend Yield de uma empresa que você está analisando, você consegue saber como está a crescente da distribuição de dividendos desse determinado negócio. Dessa forma, se a crescente na distribuição dos dividendos é algo que você valoriza, através do YoY do DY, você pode ver como foi o resultado dos últimos anos e como está sendo agora. Inclusive, aqui no Investidor10, para as empresas que estão catalogadas em nossa base, colocamos uma listagem história dos últimos 5 ou 10 anos para vários indicadores. Um desses indicadores são os dividendos. Com isso, através de uma listagem de Year Over Year, você consegue ver se a distribuição de dividendos está crescendo, se está parada ou se está caindo. Tudo de uma forma muito clara. Fazemos isso para facilitar o seu entendimento na hora de analisar um negócio.

Lucratividade

Além de avaliar o Year Over Year dos dividendos das empresas, também colocamos isso para outros indicadores importantes. Um desses é a lucratividade. Muitos dos investidores que compram ativos para longo prazo, acabam usando a lucratividade como fator crucial para saber se um negócio vem prosperando ou não. Com isso, eles conseguem fazer uma mensuração se, nos últimos cinco ou dez anos, a empresa vem aumentando os seus lucros ou se eles vem caindo. Essa é uma questão que, para a análise de muitos, faz total diferença, mas que muitas vezes pode acabar passando despercebida, principalmente quando não sabemos avaliar o YoY. Para que você não precise manualmente computar a lucratividade ano após ano das empresas e colocá-las em um gráfico, o Investidor10 te ajuda. Aqui, como bem comentamos na parte dos dividendos, em toda página de ação catalogada aqui em nosso site, colocamos um gráfico com o histórico de receitas e lucros. Dessa forma, através desse gráfico, você consegue ter uma visão completa de como estão as receitas e lucros de uma empresa. Sem dúvidas isso acaba sendo algo muito útil na sua análise.

Dívida

Por último, mas não menos essencial, temos a questão do endividamento. Como terceiro grande pilar usado por investidores para avaliar um negócio, temos a parte de endividamento. No caso, um dos critérios utilizados por muitos holders é de avaliar se, com o passar dos anos, as empresas vem reduzindo o nível de endividamento. De tal forma, a melhor maneira de avaliar isso é fazendo um Year Over Year (YoY) do endividamento do negócio. Diferente do Dividend Yield e da Lucratividade, que são critérios que os investidores almejam que esteja subindo, obviamente, é esperado que o endividamento esteja em queda. É isso que a grande parte dos investidores procuram. Sendo assim, ao ver ano após ano, espera-se que a dívida venha diminuindo...

Importância da Matemática Financeira para os Investimentos

Concluindo este nosso conteúdo sobre o conceito de YoY, é importante falarmos sobre a matemática financeira para os investimentos. Através desses pontos comentados antes, vemos que, para quem é investidor, saber o básico dos indicadores e como calculá-los faz total diferença. Por isso, se você almeja crescer como investidor e melhorar ainda mais em suas análises, recomendamos que você se dedique a aprender mais sobre matemática financeira. Uma outra ferramenta que poderá te ajudar muito a investir melhor é o Investidor10 Pro. Assinando o Investidor10 Pro, que é a versão PRO aqui da nossa ferramenta, você tem acesso a uma série de benefícios que podem lhe ajudar como investidor. Entre esses benefícios, estão:

  • Acesso a Carteiras Recomendadas;
  • Relatórios de Investimentos;
  • Rankings de Ações;
  • Cursos sobre Investimentos;

Tudo para melhorar ainda mais a sua jornada de investidor.