Você já ouviu falar no mercado fracionário de ações, sabe ele como funciona, como comprar e como vender ações por meio deste mercado? Qual a diferença do mercado fracionário para o mercado padrão ou convencional?

Para descobrir a resposta para as perguntas acima e muito mais, continue conosco e acompanhe esse conteúdo até o final.

Se você nunca investiu em ações ou está apenas começando a operar nesta modalidade de investimento, é muito importante que você conheça alguns conceitos, terminologias e fundamentos utilizados no mercado. Afinal, quanto maior for o seu nível de conhecimento a respeito da Bolsa de Valores e do mercado de ações, maior será o seu índice de assertividade em suas decisões e escolhas.

Se você concorda conosco e acredita que o conhecimento e a informação de qualidade é a chave para o seu sucesso no mercado de ações, o Investidor 10 é o seu lugar! Aqui, você encontra uma variedade completa de indicadores fundamentalistas para as suas análises e além disso tem acesso a muito conhecimento e conteúdo de qualidade.

Por falar em conteúdo de qualidade, vamos entender como funciona o mercado fracionário?

Talvez, você ainda não saiba, mas na Bolsa de Valores, as ações são negociadas por meio dos lotes padrões e lotes fracionários, você sabe a diferença entre eles? Confira no próximo tópico!

O que é o mercado fracionário? Como funciona?

O que é o mercado fracionário? Como funciona?
Desenho de pessoas manuseando dinheiro – Foto: Freepik

Para que você entenda melhor sobre os lotes fracionários, precisamos primeiramente explicar o que é um lote padrão.

O lote padrão é formado por um conjunto de 100 ações idênticas, ou seja, como o mesmo ticker, isso quer dizer, que um lote padrão de ações da mineradora Vale por exemplo, contém 100 ações VALE3. Até aqui tudo bem, não é mesmo?

Agora imagine você, quanto seria preciso investir para comprar um lote de ações da Vale, por exemplo.

Considerando uma cotação média na faixa dos R$ 60,00 seria preciso dispor de R$ 6.000,00 para comprar um lote de ações da Vale! É um bom dinheiro, não é mesmo?

Você dispõe de R$ 6.000,00 na sua conta corrente para investir em ações atualmente?

Estamos falando de um lote padrão apenas, isso sem considerar que no mercado de ações é essencial contar com uma carteira diversificada, com ao menos 5 empresas de setores diferentes da economia.

Sendo assim, você como um investidor atento gostaria de diversificar a sua carteira de ações, certo? No entanto para ter um lote de ações de 5 ou 6 empresas diferentes, você precisaria de 20 ou 30 mil reais, o que poderia dificultar significativamente o seu início no mercado de ações.

Pensando assim, você poderia até ficar desanimado, afinal seria preciso um grande capital acumulado para finalmente entrar no mercado de ações, não é mesmo? Mas, a boa notícia é a existência do mercado fracionário.

No mercado fracionário o investidor pode comprar ou vender quantas ações julgar necessário ou viável financeiramente em determinado momento. É possível comprar e vender até mesmo uma única ação, não existe um quantitativo definido, o que democratiza o acesso de pequenos e médios investidores na Bolsa de Valores.

Graças ao mercado fracionário, é possível por exemplo, que você tenha 100 ações, pulverizadas entre 5 empresas. O que é uma excelente opção para quem está iniciando na Bolsa de Valores e deseja diversificar a carteira, sem obrigatoriamente precisar efetuar um alto aporte financeiro inicial.

Então, para resumir e você nunca mais esquecer, o que é o mercado fracionário?

O mercado fracionário é aquele que torna possível a compra e venda de ações em quantitativos inferiores ao lote padrão da bolsa de valores, que é de 100 ações.

Por fim, agora que você já sabe o que é mercado fracionário, é hora de descobrir como vender e comprar ações fracionadas.

Como comprar e vender ações no mercado fracionário?

Como comprar e vender ações no mercado fracionário?
Como comprar e vender ações no mercado fracionário? – Foto: Freepik

Operar no mercado fracionário é muito simples, para isso, basta que você insira a letra “F” ao final do ticker da ação que pretende comprar ou vender.

A letra “F”, serve para indicar para o seu banco ou corretora que você deseja investir no mercado fracionário. Veja como ficam algumas ações conhecidas, quando negociadas no mercado fracionário:

Vale: VALE3  – VALE3F

Bradesco: BBDC4 – BBDC4F

Itaúsa: ITSA4 – ITSA4F

Magazine Luiza: MGLU3 – MGLU3F

Petrobras: PETR4 – PETR4F

Ah, vale destacar também que você não precisa se preocupar absolutamente com nada, um investidor que movimenta ações no mercado fracionário, possui os mesmos direitos e garantias do investidor que realiza operações em lotes.

Inclusive ao investir no mercado fracionário, você também terá direito ao recebimento de dividendos e juros sobre o capital próprio, que são proventos pagos periodicamente pelas empresas para os seus acionistas. Legal, não é mesmo?

Basicamente, o que muda é somente a possibilidade de comprar ou vender ações em quantidade fracionária, como o próprio termo indica.

Viu só como é fácil? Agora, que você já sabe o que é o mercado fracionário e como comprar e vender ações através dele, que tal começar a investir em ações?

Você pode começar com bem pouco e ir estudando e aprendendo mais sobre o mercado e suas empresas. Conteúdo e indicadores para guiar você é o que não falta por aqui!

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Nos envie o seu comentário!

Gostou do que aprendeu por aqui? Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais! Por falar em redes sociais, você já segue o Investidor 10 nas redes sociais? Aproveita, corre lá!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui