Você já conhece a estratégia de Décio Bazin? A sua estratégia realmente funciona? Como colocá-la em prática?

Confira neste conteúdo, quem foi Décio Bazin e veja em detalhes como funciona a sua estratégia de seleção de ações e investimentos.

Quem foi Décio Bazin?

Décio Bazin foi um jornalista especializado em economia e investidor brasileiro que colaborou com diversos veículos de imprensa, dentre eles, os jornais Gazeta Mercantil e O Estado de São Paulo.

Além de atuar como jornalista, Bazin formou-se em contabilidade na década de 50 e trabalhou por alguns anos como operador em uma corretora de investimentos.

Em 1992, o jornalista e investidor publicou o livro “Faça Fortuna com Ações Antes que seja Tarde.

Na publicação, Bazin apresenta fatos e aprendizados durante a sua trajetória como investidor, além de expor seus conceitos e estratégias para obter bons resultados no mundo dos investimentos.

Sua obra literária, já foi recomendada por investidores de sucesso como Luiz Barsi, analistas e nomes importantes do mercado financeiro.

Como funciona a estratégia de investimento de Décio Bazin?

Faça Fortuna com Ações, Antes que Seja Tarde
Faça Fortuna com Ações, Antes que Seja Tarde – Divulgação

A estratégia de Décio Bazin está alinhada com o Value Investing, ao Dividend Yield e a Análise Fundamentalista de Ações. Para ele, três pontos são primordiais na análise dos papéis de uma empresa, são eles:

  • Dividend Yield;
  • Nível de Endividamento;
  • Notícias negativas.

Décio Bazin não investia em empresas que apresentavam:

  • Dividend Yield inferior a 6%;
  • Alto endividamento;
  • Ligadas a notícias que pudessem interferir no desempenho dos seus papéis.

Para muitos o livro “Faça Fortuna com Ações, Antes que Seja Tarde”, é um verdadeiro guia para investidores que acreditam no potencial do longo prazo e que costumam reinvestir parte ou a totalidade dos proventos recebidos.

Décio Bazin, deixa claro em seu livro que o mercado funciona em ciclos que vão de momentos de grande euforia a momentos de pânico generalizado. Para Bazin, entender em qual momento do ciclo estamos é essencial para aproveitar as oportunidades do mercado.

Com base na estratégia de Décio Bazin, o investidor consciente deve vender suas ações em momentos de euforia e comprar ações em momentos de pânico, aproveitando os preços mais baixos do mercado.

Essa estratégia é muito semelhante e alinhada aos princípios de Warren Buffet, um dos maiores investidores da atualidade.

Por sinal, em uma das suas frases mais conhecidas Buffet disse: “Seja medroso quando todos são gananciosos e ganancioso quando todos são medrosos”.

Décio Bazin, defende que o investidor deve ter preferência por ações de empresas que são lucrativas e que pagam bons dividendos.

Para investidores pacientes e com foco no longo prazo, essa estratégia pode-se mostrar muito assertiva. No entanto, por outro lado, pode levar a perda de excelentes oportunidades.

É possível encontrar na Bolsa de Valores diversos casos de empresas com baixo histórico quanto ao pagamento de dividendos, mas que ao longo do tempo ofereceram excelente retorno para os seus investidores por meio da valorização dos papéis.

Ao que tudo indica, a estratégia com foco em dividendos rendeu frutos para Décio Bazin que certa vez chegou a dizer:

“É perfeitamente possível viver de dividendos. Os dividendos que recebo garantem retirada equivalente ao salário de um presidente de empresa”.

Método para escolher ações de Décio Bazin: Saiba qual sua estratégia
Jogo de xadrez dourado e prata – Foto: Freepik

A estratégia de Décio Bazin na prática

Em uma das passagens do seu livro, Décio Bazin explica que esperou por 8 anos para comprar ações do Banco do Brasil a condições mais atrativas, veja:

“Em 1971, o papel mais caro, Banco do Brasil, tinha cash yield de 0,4%, muito abaixo da taxa básica de 6%. É por isso que a ação do BB estava superavaliada. Ninguém dava atenção a certos senhores de cabelos brancos que apontavam para essa discrepância e consideravam irracionais os preços vigorantes.”

Logo na sequência, Décio Bazin complementou:

“Em 1979, o preço do Banco do Brasil atingia seu ponto mais baixo. O cash-yield era então 7,5% por semestre, acima do básico anual mundial, que é 6%.

Provando que o exercício da paciência é uma das maiores virtudes dos investidores que alcançam o sucesso e bons resultados na Bolsa de Valores.

Na sua opinião, a estratégia de Décio Bazin com foco em investir apenas em empresas com Dividend Yield igual ou superior a 6% é interessante? 

Você aplicaria esse tipo de estratégia? Contribua com este conteúdo, deixando os seus comentários.

Método para escolher ações de Décio Bazin: Saiba qual sua estratégia
Plataforma Investidor 10

Conheça o Investidor 10

Você aplica o valuation ou os critérios de Décio Bazin em suas operações como investidor? Então, você precisa conferir a área de análise fundamentalista do Investidor 10.

Aqui no Investidor 10, você tem acesso gratuito a indicadores completos dos principais ativos de renda variável, dentre eles:

  • Ações;
  • Stocks;
  • BDRs; 
  • Criptomoedas;
  • Fundos imobiliários.

Para finalizar, siga também a nossa página no Instagram e fique sempre por dentro de novidades e assuntos mais interessantes relacionados ao mundo dos investimentos.

Antes de sair, não se esqueça de salvar o Investidor 10 nos favoritos para não nos perder de vista.

Até a próxima!