LAME4 LOJAS AMERICANAS

Cotação
R$ 23,70 0,00%
VALORIZAÇÃO (12M)
8,32%
P/L
84,21
P/VP
2,75
DY
0,78%
ROE
3,27%

INDICADORES FUNDAMENTALISTAS LAME4

P/L
84,21
P/VP
2,75
DIVIDEND YIELD (DY)
0,78%
PAYOUT
22,00%
MARGEM LÍQUIDA
2,55%
MARGEM BRUTA
34,85%
MARGEM EBIT
8,64%
MARGEM EBITDA
13,61%
EV/EBITDA
14,77
EV/EBIT
23,26
P/EBITDA
15,78
P/EBIT
24,84
P/ATIVO
1,10
P/CAP.GIRO
3,04
P/ATIVO CIRC LIQ
-2,99
PSR
2,15
VPA
8,62
LPA
0,28
GIRO ATIVOS
0,51
ROE
3,27%
ROIC
5,16%
ROA
1,31%
DÍVIDA LÍQUIDA / PATRIMÔNIO
0,00
DÍVIDA LÍQUIDA / EBITDA
0,01
DÍVIDA LÍQUIDA / EBIT
0,01
DÍVIDA BRUTA / PATRIMÔNIO
1,00
PATRIMÔNIO / ATIVOS
0,40
PASSIVOS / ATIVOS
0,60
LIQUIDEZ CORRENTE
2,33
CAGR RECEITAS 5 ANOS
2,83%
CAGR LUCROS 5 ANOS
16,00%

COTAÇÃO LAME4

LOJAS AMERICANAS

(Avaliações dos usuários)

33.014.556/0001-96

Ano de fundação da empresa
1929
Ano de estréia na bolsa
1977
Número de Funcionários
25046

SOBRE LOJAS AMERICANAS - LAME4

A Lojas Americanas é uma empresa de varejo que atua com lojas físicas e comércio eletrônico. No varejo físico está presente em mais de 600 cidades. No comércio eletrônico possui participação majoritárias na B2W digital que administra marcas como Americanas.com, Submarino, Shoptime e SouBarato. Também possui uma operação de Marketplace em rápido crescimento.

A empresa também é uma rede com tradição no mercado nacional. Em 1940 abriu seu capital e se tornou uma sociedade anônima. Em 2006 foi criada a B2W – Companhia Global do Varejo, produto da fusão entre a Americanas.com e o Submarino. Em 2007 a Lojas Americanas adquiriu a BWU, detentora da marca Blockbuster, somando 127 lojas à rede.

Em 2009, para a ocasião dos 80 anos, a Lojas Americanas lançou um programa de expansão de 400 lojas até 2013. Com o sucesso do programa, estabeleceu uma nova meta de abrir 800 lojas de 2014 a 2019.

Atualmente, a empresa está classificada na B3 com ações à vista ordinárias (LAME3) e preferenciais (LAME4). Também está listada com ações fracionadas ordinárias (LAME3F) e preferenciais (LAME4F).

HISTÓRIA DA LOJAS AMERICANAS

Foi fundada em 1929 por quatro americanos; John Lee, Glen Matson, James Marshall e Batson Borger. A ideia era lançar uma loja com preços baixos, no modelo que já fazia sucesso nos Estados Unidos e na Europa no início do século Assim, no ano de 1929, foi inaugurada a primeira Lojas Americanas, em Niterói com o slogan “Nada além de 2 mil réis”. No fim do primeiro ano, já eram quatro lojas: três no Rio e uma em São Paulo.

Em meados de 1940, a Lojas Americanas tornou-se uma sociedade anônima, abrindo seu capital. Em 1982, os principais acionistas do Grupo Garantia entraram na composição acionária de Lojas Americanas como controladores.

No primeiro semestre de 1994, se consolidou a formação de uma “joint venture” com o nome de Wal Mart Brasil S/A, com participação de 40% das Lojas Americanas S.A, e 60% por parte da Wal Mart Store Inc. na composição do capital.

Em dezembro de 1997, por decisão do Conselho de Administração da empresa, foi aprovada a venda total da participação de 40% na “joint venture” para o Wal Mart Inc. Essa decisão foi tomada após a conclusão de que seria necessário a total concentração de recursos no próprio negócio da empresa.

Em agosto de 1998, o Conselho de Administração aprovou a venda total da participação acionária das Lojas Americanas na empresa Comércio e Participações S.A, subsidiária que detinha o controle acionário de suas 23 lojas de supermercado, para a empresa francesa Comptoirs Modernes (pertencente ao Grupo Carrefour).

A decisão pela saída do segmento supermercadista deveu-se ao processo de consolidação pelo qual passa este setor no Brasil com a entrada de grandes concorrentes internacionais, o que exigiria expressivos investimentos para a manutenção da posição de mercado da Companhia. Desta forma, a Lojas Americanas decidiu novamente focar em seu principal negócio: lojas de descontos.

No ano de 1999 criou a Americanas.com. Em julho do mesmo ano, a companhia decidiu pela segregação de seu negócio imobiliário, tendo o seu capital social reduzido em R$ 493.387 mil, valor correspondente ao investimento possuído pela São Carlos Empreendimentos e Participações S.A.

No final do ano de 1999, iniciou a venda de mercadorias através da Internet, criando a controlada indireta Americanas.com. Em 2000, a Americanas.com teve seu capital aumentado através da subscrição integral feita pelas empresas Chase Capital Partners, The Flatiron Fund, AIG Capital Partners, Next International, Global Bridge Ventures e Mercosul Internet S/A, que juntas subscreveram por US$ 40 milhão, ações referentes a uma participação final de 33% do capital social da Americanas.com.

Em 2003 foram inauguradas 13 lojas convencionais, fortalecendo a presença da companhia em mercados importantes das regiões Sudeste e Sul do país. Duas outras lojas foram reformadas para possibilitar um melhor atendimento aos clientes. O conjunto de inaugurações contemplou também a abertura das três primeiras lojas “Americanas Express”, construídas segundo o “conceito de vizinhança” no Rio de Janeiro. As lojas são compactas, com sortimento selecionado, mas com os mesmos padrões de qualidade e preço que diferenciam a atuação das Lojas Americanas.

No ano seguinte, em 2004, deram continuidade ao processo de expansão através da abertura de 35 lojas e da conclusão do novo Centro de distribuição em Barueri, na grande São Paulo, com o objetivo de suportar, numa primeira fase, o crescimento orgânico da companhia, tanto das lojas físicas como da loja virtual.

Foram inauguradas 37 novas lojas em 2005, foi adquirido também o canal de TV e site de comércio eletrônico Shoptime além de ser realizada uma joint venture com o Banco Itaú, criando a Financeira Americanas Itaú, ou Americanas Taií.

A empresa, em 2006, prosseguiu com a expansão orgânica inaugurando 45 novas lojas e inauguraram uma nova empresa, a B2W, companhia Global de Varejo, produto da fusão Americanas.com e do Submarino.

Em janeiro de 2007, a Lojas Americanas anunciou a aquisição da BWU, empresa detentora da marca Blockbuster Inc. no Brasil e somou mais 127 lojas à sua rede.

No final de 2016, a Lojas Americanas lançou um novo formato de loja, modelo de loja de conveniência localizada no bairro do Leme, Rio de Janeiro. Com tamanho reduzido e produtos cuidadosamente selecionados e voltados para conveniência alimentar. Atualmente, possui esse formato também na cidade do Rio de Janeiro e São Paulo.

PONTOS RELEVANTES

  • Está presente em mais de 600 cidades
  • Marca reconhecida
Isso não é uma recomendação de compra/venda.

SOBRE LOJAS AMERICANAS - LAME4

VALOR DE MERCADO
R$ 41,42 Bilhões
R$ 41.421.541.073
VALOR DE FIRMA
R$ 41,44 Bilhões
R$ 41.440.760.073
PATRIMÔNIO LÍQUIDO
R$ 16,09 Bilhões
R$ 16.087.910.000
Nº TOTAL DE PAPEIS
1,87 Bilhão
R$ 1.867.351.573
ATIVOS
R$ 40,22 Bilhões
R$ 40.219.980.000
ATIVO CIRCULANTE
R$ 25,44 Bilhões
R$ 25.438.200.000
DÍVIDA BRUTA
R$ 16,01 Bilhões
R$ 16.014.950.000
DÍVIDA LÍQUIDA
R$ 19,22 Milhões
R$ 19.219.000
DISPONIBILIDADE
R$ 16,00 Bilhões
R$ 15.995.731.000
SEGMENTO DE LISTAGEM
Nível 1
FREE FLOAT
68,79%
TAG ALONG
100,00%

COMPARADOR DE AÇÕES

P/L P/VP ROE DY Valor de
Mercado
Margem
Líquida
LAME4 84,21 2,75 3,27% 0,78% R$ 41,42 B 2,55%
BTOW3 -237,34 4,36 -1,84% 0,00% R$ 41,60 B -1,92%
HYPE3 15,82 2,07 13,11% 3,81% R$ 19,28 B 31,40%
CNTO3 189,55 3,57 1,89% 0,00% R$ 6,87 B 1,67%

Receitas e Lucros LOJAS AMERICANAS - LAME4


Resultados LOJAS AMERICANAS - LAME4

ATIVOS/PASSIVOS LOJAS AMERICANAS - LAME4


BALANÇO PATRIMONIAL LOJAS AMERICANAS - LAME4

Discussão

Olá, faça login ou cadastre-se para postar uma pergunta.

ou