Wilson Sons (PORT3) aprova recompra de ações e propõe dividendos

Companhia vai recomprar até 2,9 milhões de ações e levará proposta de dividendos para assembleia de acionistas.

Author
Publicado em 21/03/2024 às 19:38h - Atualizado 2 meses atrás Publicado em 21/03/2024 às 19:38h Atualizado 2 meses atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

A Wilson Sons (PORT3) aprovou um novo programa de recompra de ações nesta quinta-feira (21), que prevê a recompra de até 2,947 milhões de ações nos próximos 18 meses. Além disso, a companhia propôs a distribuição de R$ 75,5 milhões em dividendos aos seus acionistas.

🧑‍💼De acordo com a Wilson Sons, o objetivo da recompra é fazer frente aos programas de incentivo de longo prazo e retenção dos seus principais executivos. Por isso, as ações que forem adquiridas serão utilizadas para liquidar obrigações decorrentes desses programas ou mantidas em tesouraria para posterior alienação ou cancelamento.

A Wilson Sons também afirmou, contudo, que a ação "atende ao melhor interesse de seus acionistas e representa uma alocação de capital eficiente". 

Leia também: Petrobras (PETR4): Veja os indicados para o Conselho de Administração

"O presente Programa de Recompra reforça a confiança da Companhia no valor justo de sua ação e tem por objetivo evitar diluição dos acionistas no comprimento das obrigações da Companhia decorrentes de opções de compra de ações no âmbito dos programas e planos de incentivo de longo prazo da Companhia", afirmou.

A Wilson Sons disse ainda que a recompra é compatível com a situação financeira da companhia e "não prejudicará o cumprimento de obrigações assumidas com credores, nem o pagamento de dividendos obrigatórios".

A companhia pretende usar recursos das reservas de capital para recomprar ações e destaca que a recompra não atingirá nem 1% do seu total de ações. As 2,947 milhões de ações que podem ser recompradas representam 0,670% do capital social da Wilson Sons.

Dividendos

💰 A Wilson Sons também propôs nesta quinta-feira (21) a distribuição de R$ 75,5 milhões em dividendos aos seus acionistas. O provento, contudo, precisa ser aprovado pela Assembleia Geral Ordinária, convocada para o dia 22 de abril.

Se aprovado em assembleia, o dividendo será pago até o dia 6 de maio, no valor de R$ 0,1716589 por ação. Neste caso, terão direito ao provento os acionistas registrados em 26 de abril e as ações da companhia serão negociadas na condição de ex-dividendos a partir de 29 de abril. 

Balanço de 2023

Os dividendos foram propostos com base na reserva de lucros acumulada até dezembro de 2023. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (21), a Wilson Sons teve lucro líquido recorde de R$ 404,9 milhões em 2023.

O lucro anual subiu 19,5% na comparação com 2022. De acordo com a companhia, o resultado foi influenciado pelo bom desempenho dos negócios de rebocadores, terminais de contêiner e serviços associados à energia offshore, bem como por ganhos cambiais.

Já no quarto trimestre de 2023, a operadora de logística portuária e marítima teve um lucro líquido de R$ 113,5 milhões, 0,8% maior que o do mesmo período de 2022.

PORT3

WILSON SONS
Cotação

R$ 15,85

Variação (12M)

52,38 % Logo WILSON SONS

Margem Líquida

16,85 %

DY

3.96%

P/L

16,57

P/VP

2,84