Trump afirma que encorajaria a Rússia fazer “o que queira” a países da Otan; entenda

Na ocasião, o ex-presidente lembrava um episódio sobre metas de gastos militares

Author
Publicado em 11/02/2024 às 10:38h - Atualizado 12 dias atrás Publicado em 11/02/2024 às 10:38h Atualizado 12 dias atrás por Jennifer Neves
Donald Trump - Shutterstock

🔫 O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que encorajaria a Rússia a fazer o que “quisesse” contra os países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), neste sábado (10). Durante comício na Carolina do Sul, ele também afirmou que os aliados da organização são “delinquentes” e não cumprem as regras de gastos militares.

O republicano estava contando sobre uma ocasião, quando ainda era presidente dos EUA, em que um membro da Otan, o confrontou sobre a sua ameaça de não defender os países da organização que não cumprissem com as metas de gastos militares da aliança. Trump disse que quando isso aconteceu, ele replicou que iria encorajar a Rússia a fazer “o que quer que os diabos eles queiram”. 

.“Você não pagou? Você é delinquente?", Trump diz ter afirmado ao país. “Não, eu não protegeria você. Na verdade, eu os encorajaria a fazer o que quisessem. Você tem que pagar. Você tem que pagar suas contas”, reforçou.

O porta-voz da Casa Branca, Andrew Bates, retrucou os comentários. “Encorajar ataques de regimes assassinos contra nossos aliados mais próximos é altamente prejudicial e instável, colocando em risco a segurança nacional dos Estados Unidos, a estabilidade global e nossa economia”

Em 2014, a Otan interrompeu os cortes de gastos militares que eram implementados desde o fim da Guerra Fria, com meta de investimento de 2% do PIB em Defesa até 2024.