Monitor do PIB registra alta de 0,7% no 1¬ļ trimestre de 2024

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o PIB cresceu 2,3% no primeiro trimestre de 2024.

Author
Publicado em 16/05/2024 às 12:14h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 16/05/2024 às 12:14h Atualizado 1 mês atrás por Matheus Rodrigues
O Monitor do PIB da FGV serve como uma antecipa√ß√£o da tend√™ncia do principal √≠ndice econ√īmico do pa√≠s.
O Monitor do PIB da FGV serve como uma antecipa√ß√£o da tend√™ncia do principal √≠ndice econ√īmico do pa√≠s.

ūüďä O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil registrou um crescimento de 0,7% no primeiro trimestre de 2024 em rela√ß√£o ao quarto trimestre de 2023, conforme apurado pelo Monitor do PIB da Funda√ß√£o Get√ļlio Vargas (FGV/Ibre).

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o PIB cresceu 2,3% no primeiro trimestre de 2024.

A coordenadora do Monitor do PIB, Juliana Trece, destacou que o avan√ßo observado foi amplamente disseminado entre as diferentes atividades econ√īmicas e componentes da demanda.

Este crescimento robusto sinaliza um início de ano positivo para a economia brasileira, superando o desempenho de 2023.

Em março de 2024, o PIB também mostrou um aumento de 0,4% em relação a fevereiro, embora tenha apresentado uma ligeira queda de 0,1% comparado a março de 2023.

ūüďą Este crescimento mensal refor√ßa a tend√™ncia de recupera√ß√£o econ√īmica observada no trimestre.

No entanto, Juliana Trece ressaltou a necessidade de considerar os impactos negativos do desastre clim√°tico no Rio Grande do Sul.

O estado sofreu severas inunda√ß√Ķes, impactando diretamente sua economia e, por extens√£o, as cadeias produtivas nacionais.

A reconstru√ß√£o do estado e a ajuda √†s fam√≠lias afetadas s√£o vistas como fatores que podem influenciar futuramente a economia brasileira, tanto em termos econ√īmicos quanto sociais.

Trece também mencionou a dificuldade em quantificar esses efeitos, além das perdas sociais imensuráveis e as vidas perdidas, que poderiam ter sido evitadas com melhores medidas de adaptação às mudanças climáticas.

O Monitor do PIB da FGV serve como uma antecipa√ß√£o da tend√™ncia do principal √≠ndice econ√īmico do pa√≠s, utilizando metodologias e fontes de dados semelhantes √†s do IBGE, que realiza o c√°lculo oficial das Contas Nacionais.

Este relat√≥rio fornece um indicativo valioso sobre a sa√ļde econ√īmica do Brasil e √© essencial para planejamento e formula√ß√£o de pol√≠ticas econ√īmicas.