Ibovespa evita 7ª queda consecutiva, mas dólar volta a subir

O Ibovespa subiu 0,02% e o dólar terminou o dia negociado a R$ 5,25.

Author
Publicado em 18/04/2024 às 18:03h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 18/04/2024 às 18:03h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)
(Shutterstock)

O Ibovespa fechou com uma leve alta de 0,02% nesta quinta-feira (18), aos 124.196 pontos. Já o dólar voltou a subir e fechou o dia aos R$ 5,25, com uma valorização de 0,12%.

📈 O principal índice da B3 ainda opera nos menores níveis em cerca de cinco meses, mas pelo menos evitou a sétima queda consecutiva com o respiro de 0,02% deste pregão.

💵 O dólar, no entanto, recuperou parte da queda que havia registrado na sessão anterior. A moeda se fortaleceu com a perspectiva de que os juros nos Estados Unidos ficarão altos por mais tempo, diante da resiliência da economia americana.

No Brasil, também há dúvidas sobre o rumo da taxa Selic, por causa das incertezas sobre os juros americanos, das tensões geopolíticas no Oriente Médio e da mudança nas metas fiscais do governo brasileiro. Por isso, a semana tem sido de perdas na bolsa.

EUA

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam mistas diante das incertezas sobre os juros. Veja:

  • Dow Jones: 0,07%;
  • S&P 500: -0,22%;
  • Nasdaq: -0,52%.

Altas e baixas

O destaque do dia ficou com a Gol (GOLL4), que avançou 2,92% diante de uma possível fusão com a Azul (AZUL4). A Azul, por sua vez, caiu 3,82%.

As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) também fecharam no azul, com alta de 0,18%, mesmo depois de um dia de muita volatilidade. Já as ações ordinárias da petroleira recuaram 0,24%.

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse nesta quinta-feira (18) que não há razão para aumentar os combustíveis neste momento, mas deixou a porta aberta para a distribuição dos dividendos extraordinários. Ele disse que caberá ao governo orientar o Conselho de Administração da empresa sobre o assunto e afirmou que "tudo é possível".

Veja outras altas do dia:

E outras quedas: