Campos Neto diz que 2023 foi "bom" e exalta crescimento econômico acima do esperado

Fala foi dita poucas horas após o IBGE divulgar o PIB do terceiro trimestre

Author
Publicado em 05/12/2023 às 15:42h - Atualizado 7 meses atrás Publicado em 05/12/2023 às 15:42h Atualizado 7 meses atrás por Juliano Passaro
Presidente do BC, Roberto Campos Neto (Lula Marques/Ag. Brasil)
Presidente do BC, Roberto Campos Neto (Lula Marques/Ag. Brasil)

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou, nesta terça-feira (5), que o ano de 2023 foi "bom". O executivo destacou o crescimento da economia brasileira acima do esperado e a convergência da inflação e dos juros.

🗣️ "Foi um ano bom, acho que a gente acaba, aqui no Brasil, fixando muito nas coisas do curto prazo, às vezes tem uma notícia ruim aqui ou ali, mas, quando eu converso com investidores estrangeiros que estão olhando vários países, eles acham que o Brasil teve um ano bastante bom, se destacou”, disse Campos Neto.

“Conseguimos crescer mais, mas ainda assim conseguindo fazer uma convergência de inflação”, complementou o presidente do BC.

Veja também: PIB do Brasil cresce 0,1% no terceiro trimestre

🎙️ A fala da Campos Neto foi dita em entrevista ao canal do jornal "JOTA", no YouTube.

A entrevista aconteceu poucas horas após o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgar o PIB (Produto Interno Bruto) do terceiro trimestre, que avançou 0,1% - contrariando as expectativas negativas de parte do mercado.

Campos Neto elogia Ministério da Fazenda

O presidente do BC também falou sobre a ala econômica do governo Lula, elogiando o Ministério da Fazenda e exaltando, também, as conquistas do próprio BC, como a redução da inflação neste ano.

“É óbvio, o juro ficou mais alto do que a gente gostaria durante um tempo, sim, mas o juro tá convergindo”, afirmou Campos Neto.

Neste ano, o BC promoveu três cortes consecutivos na taxa Selic, que está atualmente em 12,25%.