Buffett diz que não há boas opções de investimentos fora dos EUA para Berkshire

Em carta anual aos acionistas, o lendário investidor alertou prudência em investimentos fora do país norte-americano

Author
Publicado em 28/02/2024 às 21:58h - Atualizado 3 meses atrás Publicado em 28/02/2024 às 21:58h Atualizado 3 meses atrás por Jennifer Neves
Warren Buffett - Shutterstock
Warren Buffett - Shutterstock

👴🏻 Warren Buffett, o respeitado investidor norte-americano conhecido por sua perspicácia nos negócios, adotou um tom de cautela em sua carta anual aos acionistas, divulgada no último final de semana. Nela, Buffett desaconselhou investimentos em ações de empresas estrangeiras, destacando a imprevisibilidade das flutuações cambiais.

A carta anual do "Oráculo de Omaha", como é chamado o investidor, é aguardada ansiosamente no mundo dos negócios. Com 16 páginas repletas de observações irônicas e conselhos, é considerada uma leitura essencial.

Buffett alertou para a prudência ao investir em empresas estrangeiras. “Não consigo me lembrar de um período desde 11 de março de 1942 – a data da minha primeira compra de ações – em que não tenha tido a maior parte do meu patrimônio líquido em ações, ações baseadas nos EUA”.

Leia mais: BRF (BRFS3) reverte prejuízo e lucra R$ 754 milhões no 4º tri de 2023

Ele argumentou que não há opções de investimento significativas fora dos EUA para a Berkshire Hathaway (BERK34), a holding comandada por ele e que detém cerca de US$ 168 bilhões em caixa.

“A América tem sido um país excelente para investidores. Tudo o que eles precisavam fazer era ficar sentados em silêncio, sem ouvir ninguém.”

Além disso, Buffett cita o vento “favorável” americano e o poder dos juros compostos. “A arena em que operamos tem sido – e será – gratificante se você tomar algumas boas decisões durante a vida e evitar erros graves”.

Apesar da cautela, Buffett reconheceu ter feito investimentos no exterior ao longo de sua carreira, embora em pequena escala em comparação com seus investimentos nos EUA.

Ele mencionou a venda de parte de suas ações na montadora chinesa BYD no ano passado, bem como a conclusão da posição na empresa brasileira Stone em 2023, mantendo, no entanto, um investimento relevante no Nubank.

Um investimento notável foi a compra de participações em grandes empresas japonesas pela Berkshire Hathaway desde 2020, que apresentaram um aumento substancial de valor.

Buffett também aproveitou a carta para homenagear seu colega de longa data, Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire Hathaway, que faleceu recentemente, e confirmou Greg Abel como seu sucessor.

Além disso, ele ofereceu vários conselhos aos investidores, incluindo a importância de evitar perdas permanentes de capital e a necessidade de manter a calma durante períodos turbulentos no mercado de ações, lembrando que os mercados sempre enfrentam altos e baixos, algo que a velocidade da informação na internet pode agravar.

BERK34

Berkshire Hathaway
Cotação

R$ 111,58

Variação (12M)

39,09 % Logo Berkshire Hathaway

Margem Líquida

16,35 %

DY

-%

P/L

11,79

P/VP

1,72