A eficiência na alocação de capital

Ingressar no mercado de ações, adquirir e lucrar na B3 exige capacidade analítica do investidor. Para desenvolver esse ponto, antes de tudo, é necessário estudar e se comprometer com o aprendizado. Conhecer certos indicadores é importante. Nesse post você vai aprender sobre o ROIC.

ROIC
Analisando a geração de valor através do ROIC – Foto: Freepik

Com esse indicador financeiro os acionistas conseguem ter uma ideia de quanto dinheiro é possível gerar com o capital de investimento de uma determinada empresa.

O investidor precisa saber se aquela ação oferece um retorno sobre seu investimento, e esse é o papel do ROIC. É uma métrica que avalia a eficiência na alocação do capital da empresa.

O significado de ROIC

A sigla significa Retorno Sobre o Capital Investido, seu papel é demonstrar se os investimentos realizados por uma empresa utilizando seu capital tem sido feito de maneira inteligente.

Dessa forma acionista e investidores sabem se o dinheiro investido tem gerado retorno, se esse capital é aplicado de maneira eficaz.

Falando objetivamente, o ROIC mostra quanto dinheiro ou lucro uma empresa gera anualmente com os recursos que ela recebeu de investimento. A escala seria: se o retorno é baixo é porque a relação lucro/investimento não tem sido eficiente. Com um número superior, relativamente, a empresa tem gerado lucro a partir dos investimentos.

Calculo do Retorno Sobre o Capital Investido

A formula para o cálculo do indicador é: ROIC = NOPAT / Valor Contábil do Capital Investido

O NOPAT significa Net Operating Profit After Taxes, ou seja, lucro operacional líquido após pagamento de impostos.

Como exemplo temos:

Lucro operacional líquido (NOPAT) da ABEV3 é de R$ 11.78 bi

Valor contábil do capital investido é = R$ 57.2 bi

Fazendo o cálculo conforme a formula, onde: R$ 11.78 bi é dividido por R$ 57.2 bi = 0,206

Multiplicamos esse valor por 100 para termos o resultado em forma de porcentagem: 20,6%

ROIC da ABEV3 é de 20,6%.

Como e para que é utilizado o ROIC

ROIC é utilizado com frequência para comparar o desempenho entre empresas do mesmo setor, principalmente porque ele demonstra a vantagem competitiva daquela empresa em relação a seus concorrentes.

O indicador aponta para a criação ou destruição de valor da empresa. Onde, nesse último, a empresa não tem perspectiva de crescimento futuro por não ter capital excedente para investir em suas operações.

Além desses pontos, o ROIC mostra que a gestão e o gerenciamento de lucros daquela empresa tem sido eficiente, bem como se ela pode ser vista como referência em seu mercado de atuação.

Risco na hora da análise e uso do indicador

Existem inúmeros riscos ao se usar um indicador único apontados com recorrência aqui no Investidor10.

O primeiro alerta é referente ao uso isolado de um indicado relacionado a informações incompletas e a necessidade de buscar outros pontos para alicerçar uma aquisição.

Segundo alerta é o comparativo dentro de um mesmo setor de atuações. Compreender que cada setor do mercado tem suas características próprias é muito importante para quem quer investir.

Mas existem outros alertas em relação ao ROIC. Como é uma métrica derivada de números contábeis, você precisa saber que podem existir fraudes e manipulações. Variações cambiais também tem impacto no ROIC.

De uma forma geral, quando usado corretamente e auxiliado por outras métricas e indicadores o ROIC se apresenta como uma excelente ferramenta capaz de medir o potencial de geração de valor e rentabilidade de uma empresa.

Quer conhecer outros indicadores fundamentalistas? Gostaria de aprender mais sobre como investir na bolsa e analisar ações? Fique à vontade para ler nossos conteúdos além de comentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui