É possível que você já tenha ouvido falar nas corretoras de ações internacionais. 

Muitos brasileiros têm curiosidade em saber como funcionam os investimentos feitos no exterior por quem mora no Brasil. Essa curiosidade ocorre porque nosso país é um Estado que não valoriza o ato de investir.

Por isso, recorrer a corretoras de ações internacionais que viabilizem fazer esses investimentos atrai muitos olhares. Segundo dados da declaração de CBE (Capitais Brasileiros no Exterior), os ativos brasileiros em países estrangeiros estão próximos da casa dos 530 bilhões de dólares

Um valor altíssimo que demonstra a força que essas corretoras de ações internacionais podem exercer. 

Por isso, preparamos esse artigo completo e com tudo que precisa saber para melhorar seus investimentos e expandir seu capital. Confira a seguir!

Entenda como as corretoras podem te ajudar a investir no exterior, sem sair do Brasil
Entenda como as corretoras podem te ajudar a investir no exterior, sem sair do Brasil. Foto por Freepik

O que são corretoras de ações internacionais?

Em resumo, corretoras são empresas que facilitam a compra e a venda de ativos no mercado financeiro, como as ações ou FIIs

No Brasil, onde não é permitido negociar diretamente na Bolsa de Valores como pessoa física, a corretora entra para fazer essa intermediação. 

Assim, a corretora de ações internacionais é aquela que negocia a compra e a venda de um ativo localizado em outro país para uma pessoa física. 

Já fez compras internacionais pela internet? De certa maneira, fará a mesma coisa. O principal motivo que leva as pessoas a recorrerem às corretoras de ações internacionais são os lucros e diversificação. 

Considerando que se trata de outro país, portanto, outra moeda (como o dólar e o euro), essas corretoras são uma saída eficiente para uma maior lucratividade. 

Outro motivo que torna essa uma boa ideia é a possibilidade de garantir maior estabilidade. 

Como assim?

Os ativos de um país são influenciados por diversos fatores internos e externos. Nesse sentido, ao negociar ações internacionais, estará exposto a novas influências que definirão o futuro dessas ações. 

Hoje, especialistas já concordam que, para ter uma carteira verdadeiramente diversificada, investir nesse mercado é importante. Temos um exemplo bastante simples no Brasil. 

A taxa Selic, nos últimos anos, viveu um de seus piores momentos. Batendo quedas recordes, a baixa nesta taxa afetou diretamente uma série de ativos do mercado financeiro. 

O próprio Tesouro Direto sofreu os efeitos negativos desse período. 

Por isso, ter ativos em standby para suprir esses momentos de queda é ótimo, caso tenha bastante capital disponível para investir.

Pague todas as suas dívidas com cartão de crédito
Pague todas as suas dívidas com cartão de crédito – Foto: Freepik

Corretoras de ações internacionais são aquelas que oferecem BDR?

Não necessariamente! O BDR, ou Brazilian Depositary Receipt, foi uma forma simplificada encontrada para que brasileiros possam negociar e adquirir ações internacionais. 

Por este motivo, no BDR o indivíduo não estará comprando uma ação de forma direta. Dessa maneira, terá um título representativo desses papéis. 

Assim, os BDRs vão à contramão das corretoras de ações internacionais. Enquanto nessas corretoras é feita a aquisição direta da ação, o BDR apenas concede o direito ao título de uma ação negociada em outro país. 

Também podemos destacar que os BDRs são divididos em 2 tipos: 

  • BDRs não-patrocinados (de nível I);
  • BDRs patrocinados (de nível I, II e III).

Além de possibilitar a diversificação da carteira, os BDRs são uma alternativa para que o investidor tenha acesso a títulos de empresas internacionais sem precisar arcar com os custos financeiros. 

Contudo, há a cobrança de Imposto de Renda sobre os BDRs. A taxa é de 15% para valores inferiores a R$ 20.000,00

Corretoras de ações internacionais: Cuidados antes de abrir sua conta

  • Tenha certeza do valor que a corretora de ações internacionais cobrará pelo serviço prestado;
  • Conheça quais impostos e demais tributos precisará pagar. É apenas o Imposto de Renda? Qual a taxa? Qual o valor mínimo e/ou máximo para começar a pagar?
  • Confira se a corretora é confiável, se está devidamente registrada e regulamentada;
  • Atenha-se aos documentos e requisitos exigidos para evitar quaisquer contratempos;
  • Veja se brasileiros não-residentes podem ser clientes. Pode ocorrer da corretora de ações internacionais exigir que o cliente tenha residência no país no qual ela se encontra. 
Avalie bem os custos e a confiança da sua corretora internacional.
Avalie bem os custos e a confiança da sua corretora internacional. Foto por Freepik

Quais são os produtos oferecidos pelas corretoras internacionais?

Especialmente nas corretoras norte-americanas, é possível comprar diversos produtos do mercado financeiro. Avenue, Stake e Interactive Brokers estão entre as melhores corretoras para adquirir ações dos Estados Unidos em 2021. 

Há uma série de produtos e ativos oferecidos pelas corretoras internacionais:

  • Fundos de investimentos;
  • ETFs (Exchange Traded Funds);
  • ETCs (Exchange Traded Commodities);
  • Brazilian Depositary Recepits (BDRs);
  • Certificados de Operações Estruturadas (COE);
  • Ações;
  • American Depositary Receipts (ADRs).

Dicas de como investir no exterior sem sair do Brasil

O principal meio para conseguir fazer investimentos no exterior sem sair do Brasil é através das corretoras internacionais. 

Assim, sua primeira tarefa será encontrar uma corretora de confiança para fazer os investimentos. A Avenue, corretora norte-americana, é uma das mais conhecidas e procuradas no Brasil. 

Em seguida, busque por informação. Saiba quais são os documentos e os requisitos necessários para começar a investir naquela corretora. 

Principalmente, procure saiba das tributações, isto é, quantos e quais impostos você pagará nessa jornada e qual a taxa cobrada pela própria corretora

Posteriormente:

  1. Abra sua conta na corretora que escolheu;
  2. Escolha seu investimento: não se esqueça de pesquisar sobre a condição dos lucros adquiridos por esse investimento naquele período;
  3. Faça o depósito do dinheiro para a conta no exterior. 

Enfim, aprendemos como funciona uma corretora de ações internacionais. 

As fronteiras e barreiras entre os países estão sendo cada vez mais diluídas. Assim, fazer negócios, comprar ações e investir em fundos estrangeiros é uma realidade.

Por isso, caso queira iniciar sua jornada de investimentos em ações internacionais, siga todas nossas dicas e diversifique sua carteira de investimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui