Marcopolo (POMO4) anuncia JCP e bonificação a acionistas, confira

Companhia vai aumentar o capital. Com isso, pretende emitir ações e distribuí-las aos acionistas

Author
Publicado em 22/02/2024 às 19:21h - Atualizado 1 mês atrás Publicado em 22/02/2024 às 19:21h Atualizado 1 mês atrás por Marina Barbosa
(Shutterstock)

A fabricante de ônibus Marcopolo (POMO4) aprovou nesta quinta-feira (22) o pagamento de JCP (Juros sobre o Capital Próprio), no valor de R$ 0,23 por ação. A companhia ainda anunciou o aumento do seu capital social, mediante capitalização de reservas e bonificação aos acionistas.

JCP

💲A Marcopolo pagará JCP no valor bruto de R$ 0,23 por ação a partir do dia 12 de março de 2024. Terão direito ao provento os acionistas registrados no dia 29 de fevereiro, isto é, na próxima quinta-feira. Aa ações da companhia serão negociadas na condição de ex-juros a partir de 1º de março.

Vale lembrar que o pagamento de JCP está sujeito à retenção de 15% de IR (Imposto de Renda). Por isso, o valor líquido por ação pode ser menor. De acordo com a Marcopolo, os acionistas que têm direito a isenção ou imunidade tributária devem comprovar esta condição até a próxima quarta-feira (28) para escapar do imposto.

Bonificação a acionistas

🚍 A Marcopolo aprovou nesta quinta-feira (22) o aumento do seu capital social, no valor de R$ 1 bilhão. Segundo a companhia, a operação prevê a capitalização de reservas e a bonificação dos acionistas, mediante a distribuição de ações na proporção de 20%.

Com o aumento de capital, a Marcopolo deve emitir 189.378.576 novas ações, sendo 68.325.149 ações ordinárias e 121.053.427 ações preferenciais. Essas ações serão distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção de duas novas ações para cada 10 ações ordinárias ou preferenciais que já estão em circulação.

Leia também: Cielo (CIEL3): acionistas pedem convocação de assembleia especial

A Marcopolo levará em conta as ações detidas pelos seus acionistas no dia 7 de março para saber quem terá direito às novas ações. Por isso, os papeis serão negociados na condição de ex-bonificação a partir do dia 8 de março, inclusive.

Em fato relevante, a companhia disse ainda que a bonificação será efetuada em números inteiros. Por isso, os acionistas que tiverem direito a frações de ações poderão transferir essas frações entre os dias 13 de março e 12 de abril. As frações que restarem depois desse período serão leiloadas na B3, para que o valor obtido no leilão seja disponibilizado aos acionistas titularas das frações.

Nova ação sai com desconto

As novas ações da Marcopolo, que serão distribuídas aos acionistas da empresa a título de bonificação, tiveram seu custo unitário fixado em R$ 5,28

O valor é inferior ao preço de fechamento das ações da companhia nesta quinta-feira (22). Os papeis ordinários fecharam o dia cotados a R$ 6,37 e os preferenciais, a R$ 8,10, mesmo depois de uma queda superior a 2% no pregão.

A companhia ressaltou, por sua vez, que "as novas ações terão idênticos direitos aos daquelas atualmente em circulação, e participarão de forma integral em eventual distribuição de dividendos e/ou juros que vierem a ser declarados a partir de 12.03.2024".

Aumento de capital

De acordo com a Marcopolo, o aumento de capital ocorre por exigência legal e elevará o seu capital social para R$ 2.334.052.461,60. Com a emissão de novas ações, a companhia passará a ter 1.136.271.458 ações, sendo 409.950.893 ações ordinárias e 726.320.565 ações preferenciais.

A Marcopolo vai aumentar o seu capital mediante a capitalização de R$ 1 bilhão que hoje faz parte das seguintes reservas da empresa:

  • R$ 50.000.000,00: Reserva Legal;
  • R$ 481.904.103,19: Reserva para futuro aumento de capital;
  • R$ 80.000.000,00: Reserva para pagamento de dividendos intermediários;
  • R$ 80.000.000,00: Reserva para compra das próprias ações;
  • R$ 308.095.896,81: Reserva de Incentivos Fiscais.

POMO4

MARCOPOLO
Cotação

R$ 7,19

Variação (12M)

167,85 % Logo MARCOPOLO

Margem Líquida

12,21 %

DY

6.64%

P/L

10,01

P/VP

2,30