Petrobras (PETR4) e Adnoc discutem diligências na Braskem (BRKM5)

Petroleira árabe, a Adnoc quer comprar uma fatia da Braskem, que hoje tem como sócios Petrobras e Novonor

Author
Publicado em 15/02/2024 às 16:34h - Atualizado 4 meses atrás Publicado em 15/02/2024 às 16:34h Atualizado 4 meses atrás por Marina Barbosa
Os presidentes de Adnoc e Petrobras, Sultan Al Jabber e Jean Paul Prates, em Abu Dhabi (Reprodução/X)
Os presidentes de Adnoc e Petrobras, Sultan Al Jabber e Jean Paul Prates, em Abu Dhabi (Reprodução/X)

O presidente da Petrobras (PETR4), Jean Paul Prates, se reuniu com o ministro da Indústria e Tecnologia dos Emirados Árabes Unidos e CEO da Adnoc, Sultan Al Jabber, em Abu Dhabi. A petroleira árabe Adnoc quer comprar uma fatia da Braskem (BRKM5), que hoje tem como sócios Petrobras e Novonor. 

🤝 Em relato na rede social X, Jean Paul Prates disse que discutiu o processo de “due diligence” que tanto a Adnoc quanto a Petrobras realizam na Braskem com Sultan Al Jabber. Por meio desse processo, as petroleiras avaliam diferentes aspectos da Braskem para decidir se farão uma oferta vinculante à petroquímica.

Atualmente, a Novonor detém 50,1% do capital votante da Braskem. A Petrobras é dona de outros 47%. Em recuperação judicial, a Novonor recebeu uma proposta da Adnoc para vender a sua participação na Braskem por R$ 10,5 bilhões em novembro de 2023.

Leia também: Petróleo tem forte queda após aumento dos estoques nos EUA

Empresa Nacional de Petróleo de Abu Dhabi, a Adnoc agora realiza diligências na Braskem atualmente. A Petrobras, contudo, tem direito de preferência na compra da fatia da Novonor e também faz diligências na companhia. Por isso, o futuro da Braskem ainda está indefinido. 

📈A conversa entre os presidentes de Petrobras e Adnoc, no entanto, foi o suficiente para impulsionar as ações da Braskem na B3 nesta quinta-feira (15). Os papeis chegaram a subir quase 5% na máxima do dia. Por volta das 16h, subiram cerca de 3%.

Afinal, o possível investimento árabe pode ajudar a empresa, que enfrenta processos na Justiça e teve sua nota rebaixada por agências de risco depois do afundamento de parte de uma mina de sal-gema em Maceió, Alagoas, em dezembro de 2023.

Petrobras busca outras parcerias

Além da Braskem, os presidentes de Petrobras e Adnoc deram continuidade às tratativas iniciadas em 2023 com com o intuito de analisar conjuntamente oportunidades de negócios em gás offshore, refino, petroquímica e combustíveis, informou Jean Paul Prates no X.

Na visita aos Emirados Árabes, o presidente da petroleira brasileira também se reuniu com o presidente da Masdar, Mohamed Jameel Al Ramahi, para seguir com a avaliação de outras parcerias. A Masdar é a estatal de Abu Dhabi especificamente dedicada a novas energias e fontes renováveis.  

BRKM5

BRASKEM
Cotação

R$ 18,41

Variação (12M)

-38,63 % Logo BRASKEM

Margem Líquida

-8,85 %

DY

0%

P/L

-2,40

P/VP

4,76