Minerva (BEEF3) consegue aprovação para exportar carne do Paraguai aos EUA

Companhia possui quatro plantas produtivas no Paraguai, com capacidade total de abate de 8 mil cabeças por dia

Author
Publicado em 13/11/2023 às 14:46h - Atualizado 5 meses atrás Publicado em 13/11/2023 às 14:46h Atualizado 5 meses atrás por Juliano Passaro
(Shutterstock)

A Minerva (BEEF3) informou ao mercado, nesta segunda-feira (13), que o "Servicio de Calidad y Salud Animal" do Paraguai aprovou o protocolo sanitário para abertura do mercado dos EUA para exportação de carne bovina paraguaia.

Dessa forma, restam somente os trâmites burocráticos para efetiva habilitação das unidades produtivas paraguaias e autorização final apara início das exportações, segundo a Minerva.

Veja também: Carrefour Brasil (CRFB3) paga R$ 179 mi em JCP ao final de novembro; veja data e valor por ação

A Minerva possui quatro plantas produtivas no Paraguai. A capacidade total de abate dessas plantas é de 8 mil cabeças por dia. Uma vez habilitadas, essas plantas serão somadas aos ativos no Brasil, Argentina e Uruguai, e ampliarão a exposição da empresa no mercado norte-americano, bem como maximizará a capacidade de arbitragem da empresa para o mercado dos EUA.

"Considerando o atual footprint da Minerva Foods, a nossa exposição para o mercado norte americano totaliza 13 unidades produtivas com capacidade de abate de aproximadamente 16 mil cabeças de gado/dia, sendo 7 plantas no Brasil, 4 plantas no Uruguai e 2 plantas na Argentina", informou a Minerva.

De acordo com a Minerva, a aprovação da exportação de carne bovina paraguaia para os Estados Unidos representa um importante passo para os produtores do país e pode abrir oportunidades em outros mercados que seguem padrões sanitários semelhantes, ampliando assim a capilaridade da carne bovina paraguaia no mercado global.