Taesa (TAEE11) pagará R$ 204,5 milhões em proventos

São R$ 200,5 milhões em Juros sobre o Capital Próprio e R$ 4 milhões em dividendos intercalares

Author
Publicado em 08/11/2023 às 23:22h - Atualizado 5 meses atrás Publicado em 08/11/2023 às 23:22h Atualizado 5 meses atrás por Marina Barbosa
Taesa é a Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Shutterstock)

A Taesa (TAEE11), Transmissora Aliança de Energia Elétrica, anunciou nesta quarta-feira (8) a distribuição de R$ 204,5 milhões em dividendos e JCP (Juros sobre Capital Próprio). Os proventos serão pagos em 15 de dezembro.

Segundo a Taesa, os proventos compreendem o pagamento de R$ 200,5 milhões em JCP e R$ 4 milhões em dividendos intercalares. Considerando ambos os proventos, é o equivalente a um pagamento bruto de R$ 0,19792618659 por ação ordinária ou preferencial e de R$ 0,59377855977 por unit de emissão da companhia.

Leia também: Banco do Brasil (BBAS3) pagará R$ 2,25 bilhões em proventos

O JCP de R$ 200,5 milhões corresponde a um pagamento bruto de R$ 0,19398273707 por ação e de R$ 0,58194821121 por unit de emissão da Taesa. Vale lembrar, contudo, que o JCP está sujeito à dedução de 15% de IR (Imposto de Renda). Por isso, o valor líquido que chegará na conta dos investidores é um pouco menor.

Já os R$ 4 milhões de dividendos intercalares equivalem a um pagamento de R$ 0,00394344952 por ação e de R$ 0,01183034856 por unit.

Ambos os proventos serão pagos em 15 de dezembro para os acionistas registrados em 13 de novembro, próxima segunda-feira. Por isso, as ações da companhia passarão a ser negociadas na condição de ex-proventos a partir de 14 de novembro.

A Taesa também apresentou nesta quarta-feira (8) os resultados do terceiro trimestre de 2023. A companhia registrou um lucro de R$ 330,2 milhões no período, 11,6% menor que o do mesmo período de 2022. A empresa creditou o resultado a fatores como maiores despesas financeiras e à deflação do IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), que afeta as receitas de concessões.